Vote em Bernie Sanders e a polícia não terá mais o direito de usar reconhecimento facial

Bernie Sanders, candidato independente às eleições presidenciais dos EUA, planeja a proibição total do uso de reconhecimento facial pela polícia. Este é apenas um dos muitos pontos em seu plano de reforma da justiça criminal.

O plano também inclui o fim dos programas de fornecimento de equipamentos militares à polícia local, bem como o estabelecimento de padrões federais para o uso de câmeras corporais.

Para vencer a disputa pela Casa Branca, o senador de Vermont quer acabar com o uso dessa tecnologia, que há meses é polêmica.

Ações contra o uso de reconhecimento facial

Vários candidatos presidenciais já manifestaram relutância em relação ao sistema de reconhecimento facial. No entanto, Sanders é o primeiro a anunciar abertamente um pedido de proibição de seu uso para caçar criminosos.

Se eleito, Sanders está particularmente empenhado em “proibir o uso de software de reconhecimento facial para aplicação da lei” conforme suas promessas.

No ano passado, alguns senadores sob a liderança dos democratas: Kamala Harris, da Califórnia, e Cory Brooker, de Nova Jersey, enviaram uma carta nesse sentido à Comissão Federal de Comércio. Nele, eles explicaram suas preocupações sobre o preconceito racial nos algoritmos de reconhecimento facial.

O sistema de reconhecimento facial é usado em muitas áreas nos Estados Unidos, principalmente nas fronteiras. É por isso que o governo federal não se aventura nesse exercício de proibição.

Reconhecimento facial: uma tecnologia controversa

O reconhecimento facial foi recentemente analisado pela Georgetown Law University e outros. O estudo revelou várias falhas no uso dessa tecnologia pela polícia. Este é particularmente o caso do Departamento de Polícia de Nova York, que às vezes modificava as imagens antes de inseri-las em seu sistema.

Várias cidades americanas já votaram para proibir o uso de reconhecimento facial pelos municípios. São Francisco e Somerville foram os primeiros, seguidos pela cidade de Oakland em julho passado.

A tecnologia de reconhecimento facial é popular quando se trata de identificar um amigo no Facebook. Por outro lado, quando falamos de vigilância, a opinião pública é imediatamente alertada por essa forma de intrusão na vida privada.

Afinal, os departamentos de polícia sempre têm câmeras de vigilância particulares para ajudá-los em suas investigações.

Artigos Relacionados

Back to top button