Vivo anuncia o Vivo Y70s, o primeiro smartphone com Exynos 880

viver está de volta com um novo dispositivo de gama média, o Vivo Y70s. Sua principal característica é que ele é alimentado por um Exynos 880 e, portanto, pelo novo chip de gama média da Samsung.

Contra todas as probabilidades, o primeiro dispositivo a tirar proveito deste chip não é, portanto, projetado e produzido pela própria marca coreana, mas por um de seus concorrentes chineses. De fato, foi a Vivo quem teve o primeiro dos Exynos 880.

O Vivo Y70s vem em várias cores

Mas o Vivo Y70s também não é apenas sobre o chip e, em última análise, oferece um desempenho muito bom.

O Vivo Y70s oficial

Extremamente elegante, o terminal herda, portanto, uma caixa elegante, com nada menos que três cores para escolher: branco, preto e roxo.

A tela também tem argumentos para fazer. Aqui, a Vivo optou por uma laje com bordas contidas. Sem notch à vista, a marca preferiu integrar a câmera frontal com um soco localizado no canto superior esquerdo. A relação display/fachada é uma das mais respeitáveis. A laje de fato se estende por pouco mais de 90% da superfície do telefone.

A ficha técnica não fica de fora. O Vivo Y70s possui um painel LCD de 6,53 polegadas capaz de exibir Full HD+ e um Exynos 880 acoplado a 6 ou 8 GB de RAM dependendo da opção escolhida. O espaço de armazenamento não muda e fica travado em 128 GB, mas o aparelho possui um slot micro SD e este último poderá aceitar cartões de até 256 GB.

No que diz respeito à componente fotográfica, a Vivo optou por uma arquitetura de três sensores com um sensor principal de 48 milhões de pixéis associado a abertura ótica em f/1.79 e um sensor de 8 milhões de pixéis acoplado a uma ultra grande angular oferecendo um campo de visão de 120° e uma abertura de f/2.2.

5G para todos

O terceiro sensor se concentra na profundidade de campo. Já a câmera frontal chega a 16 milhões de pixels de definição.

O Vivo Y70s possui leitor de impressão digital, mas não é integrado à tela. O fabricante preferiu colocá-lo na borda direita do terminal. Por fim, também temos um fone de ouvido, WiFi 802.11 ac, Bluetooth 5.0, um conector USB Tipo C e uma bateria de 4500 mAh compatível com carregamento rápido de 18W.

O preço é muito louco. O modelo básico custa 1.998 yuans, comparado aos 2.198 yuans da versão mais cara. Ou um preço definido entre € 255 e € 282. Previsto na China para 1º de junho, ainda não sabemos se o aparelho será lançado na Europa ou mesmo na França.

Artigos Relacionados

Back to top button