Várias missões espaciais da ESA são afetadas à medida que a pandemia de coronavírus cresce

A Agência Espacial Européia revelou que várias missões espaciais atuais estão sendo afetadas pelo atual surto de coronavírus. Em um anúncio divulgado na quarta-feira, a agência disse que está discando suas operações de missão e enviando para casa um número de funcionários do centro de controle de missão na Alemanha para evitar o risco de vírus. Algumas operações do instrumento devem ser interrompidas como resultado, entre outras coisas.

O distanciamento social forçou várias empresas a se ajustarem aos novos arranjos de trabalho, à medida que os funcionários passam do trabalho no escritório para o trabalho em casa. O mesmo vale para a ESA, que anteriormente reduzia o número de funcionários no local que possuía em seu centro de controle de missões em Darmstadt.

Em um anúncio na terça-feira, a agência revelou que está cortando mais uma vez esse número. Quatro missões de ciência espacial serão impactadas como resultado:

– ExoMars
– Mars Express
– Orbitador Solar
– Grupo

A ESA diz que reduzirá a coleta de dados dessas quatro missões e que interromperá temporariamente suas operações de instrumentos relacionadas a essas quatro missões. A agência diz que apenas seu ‘pessoal-chave’ permanece no local em suas diversas instalações – a maioria dos funcionários da agência trabalha em casa há duas semanas.

O pessoal-chave é encarregado das atividades vitais que não podem ser realizadas em casa – coisas como manter as operações em tempo real dessas naves espaciais. A segurança da espaçonave será mantida durante esse período; a agência diz que provavelmente começará a retomar as operações ’em um futuro próximo’, embora seja impossível definir uma data específica no momento.

Artigos Relacionados

Back to top button