Vaping associado a chiado no adulto em estudo mais recente sobre saúde de cigarros eletrônicos

Um novo estudo revelou uma ligação entre o uso de cigarros eletrônicos e chiado no peito em adultos. De acordo com as descobertas, os adultos que ‘vaparam’ tiveram duas vezes mais chances de ter problemas com chiado no peito do que as pessoas que não usaram esses produtos. Este é o estudo mais recente para destacar possíveis problemas de saúde associados aos dispositivos vaping, que são usados ​​com uma solução líquida de nicotina.

A pesquisa foi publicada recentemente na revista, onde os pesquisadores detalham uma ligação preocupante entre cigarros eletrônicos e possíveis danos nos pulmões. Os efeitos a longo prazo desses dispositivos são desconhecidos, mas pesquisas anteriores indicaram que o vapor – e, especificamente, os aromas usados ​​em muitos desses líquidos – podem levar a problemas pulmonares futuros.

Com base em dados de mais de 28.000 participantes nos EUA, o estudo constatou que os artigos de adultos eram 1,7 vezes mais propensos a ter problemas com sibilos e dificuldade em respirar em comparação com outros. Isso não significa necessariamente que o chiado tenha sido causado pelo vaping, mas o vínculo é forte e, segundo os pesquisadores, é consistente com pesquisas anteriores sobre os efeitos do vaping na saúde.

Falando sobre o trabalho, a autora do estudo, Deborah J. Ossip, PhD, explicou:

A mensagem para levar para casa é que os cigarros eletrônicos não são seguros quando se trata de saúde pulmonar. As mudanças que estamos vendo com o vaping, tanto em experimentos de laboratório quanto em estudos de pessoas que praticam vape, são consistentes com os primeiros sinais de danos nos pulmões, o que é muito preocupante.

Embora os cigarros eletrônicos sejam frequentemente apresentados como uma alternativa ‘saudável’ aos cigarros tradicionais, as autoridades alertaram que os efeitos a longo prazo sobre a saúde desses dispositivos são desconhecidos. Um crescente corpo de pesquisa aponta para possíveis problemas de saúde, incluindo danos às células na boca, inflamação nos pulmões e muito mais.

Artigos Relacionados

Back to top button