Uma nova classe de objetos descobertos orbitando Sagitário Um buraco negro

Astrônomos da Iniciativa Órbita do Centro Galáctico da UCLA descobriram uma nova classe de objetos que orbitam o buraco negro supermassivo no centro da nossa galáxia. Esse buraco negro é chamado Sagitário A, e a equipe diz que os objetos bizarros parecem gás e se comportam como estrelas.

A equipe observa que os objetos parecem compactos na maior parte do tempo e depois se esticam quando suas órbitas os aproximam do buraco negro. As órbitas variam de cerca de 100 a 1.000 anos. O primeiro dos objetos estranhos foi descoberto em 2005 e foi apelidado de G1. Em 2012, os astrônomos encontraram outro objeto chamado G2 no centro da Via Láctea que fez a sua aproximação mais próxima do buraco negro em 2014.

Diz-se que o G2 provavelmente é duas estrelas que orbitaram o buraco traseiro em conjunto e se fundiram em uma estrela extremamente grande que está envolta em gás e poeira incomumente espessos. No final de sua abordagem mais próxima, o G2 tinha uma “assinatura realmente estranha”, de acordo com um pesquisador. Ao se aproximar do buraco negro, o objeto perdeu sua concha externa e, ao sair do buraco negro, se esticou e ficou distorcido novamente.

Para descobrir que G1 e G2 eram discrepantes, os cientistas continuaram sua investigação e encontraram mais quatro objetos chamados G3, G4, G5 e G6. Os quatro novos objetos têm órbitas muito diferentes de G1 e G2. Os cientistas acreditam que todos os seis objetos eram estrelas binárias que se fundiram por causa das fortes forças gravitacionais do buraco negro.

A fusão de duas estrelas leva mais de um milhão de anos para ser concluída. A equipe diz que as fusões de estrelas podem ser mais comuns do que se pensava anteriormente, com os buracos negros sendo a força motriz dessas fusões. A equipe identificou mais candidatos que podem fazer parte da nova turma e continua sua pesquisa.

Artigos Relacionados

Back to top button