Uber agora está usando smartphones dos passageiros para detectar viagens incomuns

O recurso RideCheck que o Uber introduziu pela primeira vez no ano passado está sendo amplamente difundido para usuários nos Estados Unidos, anunciou a empresa. O RideCheck é um recurso de segurança que usa os sensores localizados nos telefones do motorista e do condutor para detectar comportamentos incomuns relacionados a viagens, como se eles seguem uma rota estranha ou ficam parados por um tempo extraordinariamente longo, entre outras coisas.

Simplificando, a maioria dos smartphones modernos possui uma variedade de sensores, incluindo um giroscópio, acelerômetro e GPS. Essas tecnologias possibilitam certos recursos do telefone, como ativar automaticamente a tela quando o telefone é atendido – e também serão usados ​​pelo aplicativo do Uber para manter passivamente o controle da viagem do cliente.

A empresa vem testando o RideCheck em um programa piloto no ano passado desde seu anúncio original. Depois de ‘refinar’ o recurso, o Uber o lançou para todos os pilotos e motoristas localizados nos EUA. A empresa planeja introduzir o RideCheck nos mercados internacionais em um futuro próximo, embora não tenha dito quais serão os primeiros.

Conforme detalhado no vídeo acima, o RideCheck existe no aplicativo Uber instalado no telefone do motorista e do passageiro. Quando uma viagem começa, o recurso usa os sensores nos telefones pertencentes ao motorista e ao piloto para detectar se uma viagem sai do curso de uma maneira considerada incomum, bem como quando o carro é parado por um tempo extraordinariamente longo e quando houve um acidente.

Se algo for detectado, o aplicativo Uber enviará uma notificação por push ao piloto com a preocupação (por exemplo, o carro está parado por muito tempo) e perguntará se há algum problema. O usuário pode tocar no alerta para ir para a seção RideCheck do aplicativo móvel, onde poderá discar diretamente 911, entrar em contato com a Uber para obter assistência e relatar uma falha, se aplicável.

Artigos Relacionados

Back to top button