Tomar v√°rias f√©rias por ano tem um efeito surpreendente na sa√ļde do cora√ß√£o

Tomar v√°rias f√©rias por ano tem um efeito surpreendente na sa√ļde do cora√ß√£o

Ir de f√©rias √© bom para o seu cora√ß√£o, revela um novo estudo, destacando outro motivo para aproveitar o tempo fora do escrit√≥rio. Segundo os pesquisadores, sair de f√©rias oferece benef√≠cios relacionados √† sa√ļde metab√≥lica, principalmente em indiv√≠duos que saem de f√©rias v√°rias vezes por ano. Riscos metab√≥licos reduzidos est√£o associados a melhorias nos riscos gerais de sa√ļde do cora√ß√£o ao longo da vida.

Nos √ļltimos anos, um crescente corpo de pesquisa revelou os v√°rios benef√≠cios √† sa√ļde oferecidos pelo per√≠odo de f√©rias, especificamente saindo do escrit√≥rio, relaxando e participando de atividades recreativas. Sabe-se que a folga confere benef√≠cios √† sa√ļde mental, incluindo uma redu√ß√£o na ansiedade e depress√£o em alguns indiv√≠duos.

Os benef√≠cios potenciais n√£o se limitam apenas √† sa√ļde mental, como revelado pelo novo estudo da Universidade de Syracuse. Os pesquisadores analisaram o n√ļmero de f√©rias tiradas por ano e como elas est√£o associadas √† sa√ļde do cora√ß√£o. Os resultados apontam para benef√≠cios que incluem risco reduzido de s√≠ndrome metab√≥lica e sintomas metab√≥licos.

A s√≠ndrome metab√≥lica √© descrita como uma s√©rie de condi√ß√Ķes que existem como fatores de risco para futuros problemas de sa√ļde do cora√ß√£o, incluindo aumento do risco de derrame, ataque card√≠aco ou desenvolvimento de diabetes. Os fatores de risco cobertos pela s√≠ndrome metab√≥lica s√£o vastos e incluem press√£o alta, excesso de gordura corporal na cintura e alto n√≠vel de a√ß√ļcar no sangue.

A redu√ß√£o dos riscos metab√≥licos tem um efeito positivo na sa√ļde do cora√ß√£o ao longo dos anos, diminuindo as chances de desenvolver doen√ßas cardiovasculares. Portanto, o estudo conclui que sair de f√©rias pode ser ben√©fico para a sa√ļde do cora√ß√£o do futuro, um efeito que √© amplificado ao tirar um n√ļmero maior de f√©rias anualmente.

Bryce Hruska, um dos pesquisadores por tr√°s do estudo, disse:

Uma das conclus√Ķes importantes √© que o tempo de f√©rias est√° dispon√≠vel para quase 80% dos funcion√°rios em per√≠odo integral, mas menos da metade utiliza todo o tempo dispon√≠vel para eles. Nossa pesquisa sugere que, se as pessoas usarem mais esse benef√≠cio, que j√° est√° dispon√≠vel, isso se traduziria em um benef√≠cio tang√≠vel √† sa√ļde.

0 Shares