Summon Night 6 Hands-On Preview – Convocação para a vitória

Graças a Victor Ireland, da Gaijinworks, tivemos a chance de sentar e jogar Summon Night 6. A demo em que estávamos sentados na frente era uma demo cronometrada que apresentava uma batalha do jogo – a quinta, se bem me lembro.

Muitos dos principais membros do grupo já estavam lá para a luta, e a batalha definitivamente me deu uma boa visão do sistema de batalha do jogo, já que muitas coisas já estavam disponíveis.

Para iniciantes, o sistema de batalha gira em torno da utilização de ‘Chain Attacks’. Basicamente, era tudo uma questão de posicionamento no campo de batalha e garantir que seu time pudesse atacar seus inimigos. Geralmente, um ataque individual resultaria em um contra-ataque.

Isso é uma ótima notícia para você quando os membros do seu grupo são atingidos, é claro, mas o contrário não é tão bom. O sistema de ataque em cadeia dá uma saída – quando seu time ataca de uma só vez, o inimigo não pode contra-atacar.

convocar a noite 6 09-03-15-10

Como sempre, a série Summon Night mantém sua convocação titular. Embora eu não tivesse acesso a muitas convocações, a seleção ainda era bastante considerável, com alguns personagens já com quatro.

Cada convocação tinha diferentes habilidades disponíveis, que representavam o objetivo dos personagens. Por exemplo, certos personagens têm mais convocação baseada em cura, enquanto outros são mais focados em ofensas.

O jogo em si parecia muito familiar em muitos aspectos. O que faz, faz muito bem. O combate pode não ter grandes truques que o diferenciem dos outros, a jogabilidade usa um jogo central forte para se distinguir e ter sucesso. Definitivamente, senti que queria jogar mais quando terminasse.

Durante a demo, havia muito pouco em termos de partes de novelas visuais, então não posso dizer muito para esse fim. No entanto, os breves trechos da tradução que eu vi estavam praticamente em jogo e não tive nenhum problema flagrante que me afastou imediatamente.

convocar a noite 6 09-03-15-7

Depois que a batalha foi travada, e depois de uma cena, tivemos a opção de conversar com um dos membros do partido. Isso, é claro, era para aumentar o relacionamento com o personagem em questão, e certamente será uma das partes importantes do aspecto visual do romance.

A cena que vimos estava no lado mais curto (pense em 30 a 40 linhas), mas estava repleta de desenvolvimento de personagens e conversa padrão do tipo ‘chegando mais perto’.

No entanto, tivemos uma breve conversa com Victor Ireland sobre a dublagem e dublagem do jogo. Fomos informados de que os custos de licenciamento para as vozes japonesas eram simplesmente astronômicos, e a versão localizada só terá o dub em inglês por causa disso. Para colocar em perspectiva, o custo para licenciar os VAs japoneses custaria mais do que toda a receita que Classe de Heróis 2 trouxe.

Até agora, acho que a versão de localização do Evocar Noite 6 está se preparando para ser um jogo forte, e estou ansioso para ter mais tempo com ele quando for lançado no início do próximo ano.

Artigos Relacionados

Back to top button