SpaceX começou a testar o foguete que nos levará a Marte

“Nave espacial”, o veículo reutilizável com destino a Marte fabricado pela SpaceX, passará em seu primeiro teste esta semana. Isso representa um salto significativo no desenvolvimento do ônibus espacial. Elon Musk, presidente da empresa, anunciou a notícia no Twitter no domingo.

O julgamento será realizado em Boca Chica, Texas. O motor de metano do foguete, chamado “Raptores”, foi recentemente entregue e integrado.

Nave Estelar

Por enquanto, é apenas um protótipo. Um dia, a nave será usada para transportar até cem pessoas para o espaço. O conceito foi revelado pela primeira vez em 2016, no Congresso Internacional de Astronáutica em Guadalajara, México. Originalmente era um sistema de transporte interplanetário chamado “Big Rock Rocket”.

“Moradores da aldeia foram informados por correio dos julgamentos iminentes e fechamento de estradas que ocorreriam já na semana de 18 de março”disse Chris Gebhardt da NASA.

Foguetes cada vez mais eficientes

Agora o foguete tem duas partes separadas: o “Nave Estelar” e a “Super pesado”. Este último irá impulsionar o primeiro para o espaço. Todo o veículo é feito de aço inoxidável. Ele mede mais de cem metros e deve ser capaz de transportar mais de cento e trinta mil quilos em órbita terrestre. Sua fabricação teria custado menos de dez bilhões de dólares.

O protótipo, apelidado “Starhopper”, aparecerá esta semana para voar por um curto período de tempo alguns metros acima do solo. Seu pouso será espetacular e demonstrativo. Em janeiro passado, ventos fortes dificultaram o salto de teste. Parte do veículo capotou, causando a destruição de seu cone de nariz.

No entanto, Musk disse que os testes continuarão. “A empresa já está trabalhando em uma versão orbital da Starship, que foi vista em filmagens e está buscando autorização para decolar”escreveu no Twitter.

O CEO disse anteriormente que a Starship consideraria substituir toda a sua frota de foguetes e naves estelares. Apesar do teste, a linha do tempo da SpaceX não é muito clara. A empresa planeja voos para Marte na década de 2020, mas o cronograma parece apertado.

Um teste que dá esperança

O sistema de lançamento espacial da NASA ainda não está pronto, enquanto o da SpaceX está fazendo grandes avanços. O ambicioso veículo da empresa permitiria um grande número de missões por um custo muito menor. Se o teste for bem-sucedido, o projeto da agência nacional ficará obsoleto antes mesmo de ser implementado.

Atualmente, a empresa já tem um turista espacial inscrito para uma viagem a bordo da espaçonave. Este é o bilionário japonês Yusaku Maezawa. “Estou convencido de que a passagem de volta para Marte será mais barata para que as economias mais avançadas possam vender sua casa na Terra e se mudar para Marte”, ele declarou.

Artigos Relacionados

Back to top button