Sonos processa o Google por roubar sua tecnologia de alto-falante inteligente

A Sonos entrou com dois processos contra o Google por roubar sua tecnologia multiroom de alto-falante inteligente e infringir suas patentes. Este último teve acesso à tecnologia após uma parceria entre os dois em 2013.

A Sonos alega que o Google passou a usar a mesma tecnologia em seus Chromecast Audio, alto-falantes inteligentes do Google Home e produtos Pixel. A gigante da internet também vendeu seus produtos a preços subsidiados para diminuir a concorrência, conquistar mais clientes e coletar dados deles, que mais tarde foram usados ​​para publicidade direcionada.

Em seu processo, a Sonos alega que o Google violou cinco de suas patentes. A empresa está buscando danos financeiros junto com a proibição de todos os produtos do Google vendidos nos Estados Unidos usando a tecnologia. Embora a Sonos tenha processado o Google por apenas cinco patentes, ela acredita que a empresa violou 100 de suas patentes. O Google não é o único que tirou vantagem da tecnologia Sonos. A Amazon também violou a tecnologia da Sonos, embora a empresa tenha processado o Google apenas por não poder combater dois gigantes da tecnologia ao mesmo tempo.

“O Google tem copiado descaradamente e conscientemente nossa tecnologia patenteada”, disse Spence em comunicado. “Apesar de nossos esforços repetidos e extensos nos últimos anos, o Google não demonstrou vontade de trabalhar conosco em uma solução mutuamente benéfica. Ficamos sem opção a não ser litigar.

A Sonos usou uma técnica de detecção de pacotes para descobrir que os alto-falantes inteligentes do Google estavam usando a mesma tecnologia usada para solucionar vários problemas relacionados ao áudio em várias salas. A empresa informou o Google sobre isso no próprio ano de 2016, embora este último não tenha respondido. Nos três anos seguintes, o Sonos novamente falou ao Google sobre esse problema mais quatro vezes. O Google respondeu dizendo que o Sonos também estava violando suas patentes, mas nunca conseguiu fornecer mais detalhes sobre isso.

Quando a Sonos entregou um modelo proposto para o Google pagar taxas de licenciamento, o Google retornou seu próprio modelo que resultou em quase nada pagar, disseram os executivos da Sonos.

O processo da Sonos definitivamente vai complicar o relacionamento entre todas as empresas envolvidas. Os alto-falantes do Sonos exigem a integração do Google Assistant e do Amazon Alexa, caso contrário, seu conjunto de recursos se tornaria bastante limitado em comparação com outros alto-falantes inteligentes. Porém, em termos de qualidade de som, os alto-falantes do Sonos ficam no topo.

Coincidentemente, conforme relatado, a Apple começou a vender o alto-falante sem fio Sonos SL por meio de suas lojas da Apple no mesmo dia do processo. O alto-falante não possui integração com o Assistente ou Alexa, mas possui o suporte ao AiPlay 2.

[Via The New York Times]

Artigos Relacionados

Back to top button