Shovel Knight: A Maior Realização da Humanidade?

Shovel Knight: A Maior Realização da Humanidade?

Eu joguei Cavaleiro Pá até a conclusão pelo menos três vezes agora, em todas as plataformas em que já esteve. Chamá-lo de um dos melhores jogos de 2014 é um eufemismo; reconhecer que é Agora mesmo chegar ao Xbox One é o mesmo que iluminar a traição contra a humanidade. É descaradamente cruel que você, fãs do Xbox One, ainda não pôs as mãos neste jogo. É tão bom assim.

E nós somos tão,
tão Desculpe por ter visitado aquele castigo horrível sobre você. É melhor agora. Você pode jogar Cavaleiro Pá. Tudo está certo com o mundo. Suspeito que seja a melhor coisa que já aconteceu a alguém. De nada.

Sim eu
amo Cavaleiro Pá. E sim, muito desse amor deriva de sua adorável estética retrô: parece, soa e joga como um jogo que eu poderia ter aprendido quando criança nos anos 80. Mas o desenvolvedor Yacht Club Games segue uma linha tênue aqui, certificando-se de que as coisas estão somente induzindo memória difusa o suficiente para fazer você acreditar que essa coisa poderia ter sido um jogo NES genuíno na época. Mas a paleta de cores é mais rica, as músicas dos chips são complexas em sua relativa simplicidade (gritam ao compositor Jake “Virt” Kaufman por uma das melhores trilhas sonoras de videogame já produzidas) e o escopo estende os limites do que um jogo de essa era poderia razoavelmente abranger.

Mas o resto do meu amor por
Cavaleiro Pá é devido a apenas ser um Droga bom jogo. Este é o melhor side-scrolling 2D e incorpora e remixa os elementos de apostas de alguns dos melhores jogos retrô de todos os tempos para criar algo único e inesquecível. O herói titular pogo de inimigo em inimigo como Contos de patos‘ Tio Patinhas. Os chefes temáticos dos cavaleiros (e suas armas colecionáveis) são um aceno inconfundível para Mega Man. O mapa do mundo tem tons de Confronto em Demonhead (e as aventuras de um certo encanador vestido de vermelho). E a estética geral do design tem o ar de um super-deformado Castlevania III.

Ah, e se você morrer, perderá um monte de seu dinheiro suado e precisará voltar cuidadosamente a ele de uma vez por todas
Almas escuras (uma das minhas outras coisas favoritas). Cavaleiro Pá mistura uma sensibilidade de design moderno (e uma surpreendente curva de dificuldade) com seus muitos elementos retro bem executados, criando um jogo alegre e eminentemente reproduzível que – para jogadores de uma certa idade – o transformará brevemente em um garoto de olhos brilhantes novamente.

E se isso não for suficiente, a versão Xbox One também inclui os Battletoads. Quanto melhor isso poderia ficar? A resposta: de maneira alguma, porque
Cavaleiro Pá é o maldito melhor.

0 Shares