Samsung quer mais câmeras e sensores sob a tela

Samsung quer mais câmeras e sensores sob a tela

2019 parece ser o ano em que a Samsung faz grandes apostas, na tentativa de reforçar sua imagem e participação de mercado. Dessas duas apostas, uma já acabou sendo um pesadelo de relações públicas. A outra, diz a Samsung, é uma conquista notável. Ironicamente, essa é a tela “punch hole” um pouco mais controversa do Infinity-O e a Samsung quer colocar mais do que apenas a câmera sob as telas de futuros smartphones.

Quando começaram a surgir rumores de que a Samsung colocava sensores sob a tela, muitos esperavam que não fosse como o buraco Infinito-O que temos hoje. Eles imaginaram que a tela seria um painel inteiro e ininterrupto com um todo que só fica visível quando a câmera precisa ser usada. A realidade, é claro, é que é quase impossível sair por enquanto.

Até a própria Samsung admite que cortar um buraco na tela OLED não é tarefa fácil. Não é uma das melhores opções de design e a Samsung sabe disso. Ao mesmo tempo, insiste que é um marco em termos de avanços tecnológicos de exibição.

Seu objetivo final, no entanto, é ter todos os sensores embaixo da tela. Isso significa não apenas a câmera, mas também coisas como sensores de proximidade e luz ambiente. Também está pensando em ter um alto-falante no display não muito diferente da LG, Huawei e Xiaomi já em uso. O objetivo mais ambicioso, no entanto, é tornar esse buraco invisível, que é uma parte normal da tela, sem bloquear a câmera.

Embora a Samsung possa ter as ferramentas e os recursos necessários para desenvolver essa tecnologia, ela provavelmente precisará agir com cuidado dessa vez. O circo da mídia em torno dos problemas do Galaxy Fold não inspira confiança em sua capacidade de produzir componentes experimentais e caros que não quebram facilmente. Especialmente quando corre para ser o primeiro a ter isso.

0 Shares