Resident Evil 3: Sem atraso no lançamento, mas com atraso nas versões físicas

Resident Evil 3 é esperado como o Messias pelos fãs da franquia de terror. Depois de um segundo episódio de remake de muito sucesso, para não dizer excelente, esta nova obra revelou recentemente uma demo enfatizando a ação, mantendo um apreciável espírito de sobrevivência. Sem esquecer que Resident Evil 3 sendo um dos episódios favoritos da comunidade, uma revisão total com as tecnologias atuais é mais do que apreciável. Pequeno problema, no entanto: o mundo está atualmente afetado pela pandemia de coronavírus, dificultando muito as viagens que não são necessárias (como comprar um videogame) em confinamento parcial total.

É, portanto, sobre este assunto que a Capcom decidiu se manifestar no Twitter.

Resident Evil 3 será lançado bem a tempo, mas são esperados atrasos para lançamentos físicos.

Capcom pede aos jogadores que não estraguem Resident Evil 3

Assim como Doom Eternal, recentemente comparado em vídeo ao seu antecessor, e Animal Crossing New Horizons, lançado em contenção total, Resident Evil 3 não deve ser adiado. A filial francesa da Capcom explicou notavelmente nas redes sociais que a data ainda está marcado para 3 de abril. Para as versões desmaterializadas, que requerem apenas uma ligação à Internet e, portanto, estar em casa, não há problema. É ao nível das pré-encomendas físicas que o atraso deve apontar a ponta do nariz, e imaginamos que muitos são os que encomendaram o colecionador com a estatueta de Jill Valentine.

Por outro lado, a Capcom aproveita o comunicado de imprensa para explicar que alguns jogadores já conseguiram colocar as mãos no jogo na França, com antecedência. Uma prática ilegal com a qual a sociedade japonesa ainda tem que lidar. Ela pede a quem já conseguiu colocar as mãos no remake de Resident Evil 3 que não estrague os outros para ficar com a surpresa. Seria tolice incomodar o resto da comunidade que pretende mudar de ideia diante desse horror de sobrevivência.

Lembrando que é no PS4, XBox One e PC que sai o remake de Resident Evil 3. Nessas circunstâncias, é melhor passar pela versão desmaterializada do jogo e evitar sair para comprá-lo nas lojas – o que não representam um movimento necessário em si mesmo.

Artigos Relacionados

Back to top button