Randy Pitchford e ex-consultor jurídico resolvem ação judicial, evidência “exonerada” Pitchford

Esta é a cultura de nicho. Nesta coluna, abordamos regularmente anime, cultura geek e coisas relacionadas a videogames. Deixe um comentário e deixe-nos saber se há algo que você deseja que abramos!

O processo entre Randy Pitchford, CEO da Gearbox Software e o ex-advogado executivo da Gearbox, Wade Callender, foi resolvido. Diz-se também que as evidências têm “exonerado” Pitchford.

No final de 2018, Pitchford processou Callender por alegações de que ele usara cartões de crédito da empresa para despesas pessoais e destruiu evidências de que o estúdio financiou um empréstimo residencial de US $ 300.000.

Callender reagiu em dezembro daquele ano, acusando Pitchford de deixar uma unidade USB contendo documentos corporativos e pornografia infantil em um restaurante Medieval Times.

As acusações que Callender fez em um processo em janeiro de 2019 incluíram as alegações de que ele foi assediado por sua fé cristã, de que Pitchford havia canalizado US $ 12 milhões do estúdio; destinados a ser bônus baseados no trabalho para Borderlands, à sua empresa pessoal “Pitchford Entertainment Media & Magic”.

Em agosto, Callender acusou Pitchford de desrespeito ao tribunal, alegando que ele ocultou documentos anteriormente solicitados pelo tribunal.

De acordo com um comunicado enviado ao tribunal do distrito de Dallas, no Texas, em 3 de outubro, via The Hollywood Reporter, Pitchford e Callender já se estabeleceram. De acordo com a declaração oficial de demissão supostamente obtida pelo The Hollywood Reporter:

“Após a revisão de todas as evidências no caso, foi de opinião de um advogado que as evidências exoneraram Randy Pitchford das alegações contra ele. Todos os mal-entendidos entre as partes foram corrigidos e as desculpas foram trocadas. Como as partes estão mutuamente vinculadas à confidencialidade, nenhuma declaração adicional será fornecida. ”

Vamos atualizar esta história à medida que aprendemos mais.

Pitchford, juntamente com Gearbox e Valve, também estão sendo processados ​​pelo compositor Bobby Prince por usar sua música sem sua permissão. Duke Nukem 3D: turnê mundial do 20º aniversário.

Artigos Relacionados

Back to top button