Qualcomm vence proibição de vendas de iPhone na Alemanha

Qualcomm vence proibição de vendas de iPhone na Alemanha

A Apple está se adaptando à sua segunda liminar nos iPhones em apenas algumas semanas, em outro resultado de suas disputas de patentes com a Qualcomm.

A fabricante de chips ganhou uma proibição de vendas nos modelos iPhone 7 e iPhone 8 nas 15 lojas de varejo da Apple na Alemanha. Os dispositivos contêm modems projetados pela Intel fabricados pela empresa contratada Qorvo, que a Qualcomm acredita ter violado uma de suas patentes no rastreamento de envelopes.

A Apple concordou em reter suas ações, pois apela à decisão. Enquanto isso, a Reuters relata que a Qualcomm terá que pagar ao tribunal de Munique 668,4 milhões de euros para fazer cumprir a proibição.

Alguns especialistas jurídicos especulam que a Qualcomm poderia tentar aplicar a proibição aos revendedores do país e a modelos mais novos, como o iPhone XS, o iPhone XS Max e o iPhone XR.

No início deste mês, um tribunal chinês decidiu pela Qualcomm na mesma base, emitindo uma liminar em modelos entre o iPhone 6s e o iPhone 8. A empresa tentou fazer com que os Estados Unidos proibissem as vendas do iPhone, mas até agora fracassou.

Com relação ao caso alemão, Qorvo divulgou um comunicado dizendo que era permitido testemunhar nos Estados Unidos, mas foi impedido de fazê-lo em Munique. O caso continua.

Analistas de mercado estimam que a Apple gera apenas cerca de 10 milhões de vendas de iPhone no país por ano. Se a liminar permanecer limitada em seu escopo, isso poderá afetar muito poucas remessas no esquema geral.

0 Shares