Projeto Sanatório, um jogo que incumbe os jogadores de curar a tuberculose

A tuberculose, que também foi identificada como consumo, é a infecção por micobactérias no interior do corpo, principalmente nos pulmões e órgãos internos. A doença causa rápida perda de peso, febre noturna e tosse violenta com expectoração encharcada de sangue. Hoje, apesar da medicina moderna, ela ainda mata. Em 2013, entre um e dois milhões de pessoas morreram com a doença, a maioria em empresas em desenvolvimento (Fonte: OMS). Alguns estudantes criaram um jogo focado em educar os usuários sobre a doença, apelidado de Sanatório.

Para os estudantes da universidade de Saint Andrews, o Sanitarium não é apenas um jogo, mas um passo importante na pesquisa e tratamento da tuberculose. No Sanatório, os jogadores são encarregados do tratamento de vários pacientes com TB em todo o mundo. Os jogadores têm recursos limitados e devem aplicá-los com sabedoria para salvar o maior número de vidas possível. O jogador enfrentará decisões difíceis que afetarão seus pacientes e sua equipe. Vida e morte serão importantes. Os jogadores também precisarão de inteligência para tratar os pacientes através de minijogos.

Um grupo de estudantes da Universidade Abertay formou a Radication Games em um esforço para levar a doença e suas pesquisas ao mundo virtual. Trabalhando em conjunto com Saint Andrews, o jogo será executado em um algoritmo da vida real que Saint Andrews desenvolveu. O modelo matemático determinará onde e como a tuberculose se espalha por áreas do mundo do jogo. É com isso que os jogadores, assim como outros pesquisadores, poderão adquirir dados para hospedar ensaios clínicos da vida real e continuar a luta contra a doença.

O jogo está em andamento, mas pode ser baixado aqui no site oficial do desenvolvedor.

Artigos Relacionados

Back to top button