Primeira opinião: que tal a demo do Splatoon?

Na semana passada houve um Nintendo Direct cujo único propósito parecia ser estragar-nos todo o conteúdo de Splatoon, a nova franquia da Nintendo baseada em tinta e lula. Mas, mesmo assim, uma surpresa nos aguardava depois dessa avalanche de informações que teríamos preferido ter durante o jogo: uma demo de Splatoon.

Descarregável logo após o fim do Nintendo Direct em questão, esta demo só foi jogável por um total de três horas, a Nintendo só abriu as portas de seus servidores em determinados momentos. Chegou, pois, o momento de dar uma primeira opinião sobre Splatoon : O jogo é promissor?

Splatoon

Batalhas curtas, mas intensas

Foi no sábado que a Nintendo abriu os seus servidores, em determinados horários: entre as 5h00 e as 6h00, entre as 13h00 e as 14h00 e entre as 21h00 e as 22h00. Abaixo desses horários, que podem parecer impraticáveis, na verdade está um grande compromisso: estando os servidores abertos simultaneamente em todo o mundo, foi necessário encontrar horários que atendessem ao maior número de pessoas.

Em suma, eu, pela minha parte, participei nas sessões das 13h00 às 14h00 e das 21h00 às 22h00, e isso resultou numa primeira opinião muito boa.

Tudo começa com um tutorial que mostra como dominar os comandos básicos. Um tutorial bastante curto que vai direto ao ponto, e que afinal é necessário saber o que fazer antes de se encontrar imerso em uma batalha. Única desvantagem: eu tive que ficar com o tutorial para ambas as sessões.

Depois do tutorial vem o jogo real, claro que nem todo o conteúdo do jogo que só será lançado no próximo dia 29 de maio, mas sim batalhas online. Tínhamos a escolha entre quatro armas e, uma vez feita a escolha, o jogo ficou responsável por nos encontrar adversários e companheiros de equipe.

Foi somente quando oito jogadores foram reunidos que a batalha poderia começar: duas equipes de quatro jogadores competindo para cobrir mais terreno com tinta, tomando cuidado para não ser atingido pela ‘equipe adversária’.

As batalhas são muito rápidas e nos encontramos rapidamente no último minuto. A grande vantagem Splatoon, é que tudo não é jogado até os últimos segundos: enquanto pensamos que temos a vantagem de cobrir mais terreno do que o time adversário, acontece que nos encontramos perdendo sem saber. Um pouco como Mario Kart na verdade, é tão frustrante quanto interessante.

Dois terrenos foram jogáveis ​​durante esta demonstração, dando uma ideia da influência que um terreno pode ter na arma a tomar: uma pistola será mais adequada para um determinado terreno enquanto o rolo será a melhor escolha para outro, por exemplo . Azar, não escolhemos nosso terreno, que foi selecionado aleatoriamente… depois de escolher a arma.

Resumidamente, Splatoon é, pelo que vimos nesta demo, um sucesso e aguardamos impacientemente o resultado final no final do mês. E também estamos esperando para ver se a Nintendo planeja outras sessões de jogos…

Artigos Relacionados

Back to top button