Pesquisas mostram que a perda de gelo na Groenl√Ęndia se acelerou rapidamente

Pesquisas mostram que a perda de gelo na Groenl√Ęndia se acelerou rapidamente

Novos dados da pesquisa publicada esta semana se concentram na massa de gelo na Groenl√Ęndia. A Groenl√Ęndia √© o lar da segunda maior camada de gelo do mundo, e novas pesquisas mostram que a perda de gelo est√° se acelerando rapidamente. O estudo utilizou informa√ß√Ķes baseadas em quase 50 anos de dados.

O estudo estima que as geleiras da Groenl√Ęndia passaram de 51 bilh√Ķes de toneladas de gelo no oceano entre 1980 e 1990 para a perda de 286 bilh√Ķes de toneladas de gelo no mar entre 2010 e 2018. Os dados mostram que a perda de gelo das camadas de gelo na Groenl√Ęndia √© respons√°vel por aumentar os n√≠veis oce√Ęnicos globais em 14 mil√≠metros desde 1972. Metade desse aumento global do n√≠vel do mar ocorreu nos √ļltimos oito anos.

Os pesquisadores dizem que a perda de gelo na Groenl√Ęndia provavelmente piorar√°. At√© agora, as regi√Ķes onde a perda potencial de gelo mais significativa poderia ocorrer est√£o no extremo noroeste e nordeste da ilha. Essas √°reas est√£o pr√≥ximas ao oceano √Ārtico e n√£o mudaram t√£o rapidamente quanto outras partes da Groenl√Ęndia. Os pesquisadores dizem que, se essas √°reas come√ßarem a derreter e perder gelo mais rapidamente, a perda geral de gelo na Groenl√Ęndia e sua contribui√ß√£o para o n√≠vel global do mar poder√£o crescer mais.

O pesquisador Eric Rignot, um dos autores do estudo, diz que os anos 80 marcaram um per√≠odo de transi√ß√£o quando o clima da Terra come√ßou a se afastar significativamente de sua variabilidade natural devido aos gases do efeito estufa. Rignot diz que aquelas √°reas da Groenl√Ęndia pr√≥ximas ao oceano √Ārtico t√™m a perda potencial de gelo mais significativa e a regi√£o do √Ārtico est√° perdendo seis vezes a quantidade de gelo perdida h√° 40 anos.

Os cientistas observam que a Groenl√Ęndia est√° em uma √°rea do √Ārtico que aqueceu mais de 2 graus Celsius e at√© 4 graus Celsius em outras √°reas. A equipe diz que s√£o necess√°rias perdas de gelo de cerca de 360 ‚Äč‚Äčbilh√Ķes de toneladas para igualar a um mil√≠metro da eleva√ß√£o do n√≠vel do mar.

0 Shares