Pesquisadores desenvolvem madeira que pode esfriar uma casa

Pesquisadores desenvolvem madeira que pode esfriar uma casa

A madeira possui uma série de pequenas estruturas internas que são usadas para transportar água e nutrientes para todas as partes de uma árvore viva. Agora, os cientistas descobriram como aproveitar essas mesmas pequenas estruturas para manter a casa fresca. Pesquisadores da Universidade de Maryland e da Universidade do Colorado Boulder dizem que o material pode economizar 20% nas contas da CA.

A pesquisa aproveita as nanofibras de celulose e as c√Ęmaras vasculares naturais da madeira processadas de maneira a criar propriedades √≥pticas no material capaz de irradiar o calor. A equipe removeu a lignina, o componente da madeira que lhe confere resist√™ncia e acrescenta cor. O resultado √© um material p√°lido feito de nanofibras de celulose.

A madeira foi então comprimida para restaurar sua resistência e um composto super-hidrofóbico foi adicionado para protegê-la. O resultado é um material de construção branco brilhante, mais forte que o aço, que pode ser usado para construir telhados e remover o calor de um edifício. As propriedades de remoção de calor não requerem eletricidade.

Testes em um dia quente e ensolarado no Arizona mostram que a madeira de resfriamento ficou 5 a 6 graus Fahrenheit mais fria que a temperatura do ar ambiente, mesmo na parte mais quente do dia. Também ficou 12 graus mais frio que a madeira natural.

A equipe estima que, se usada em prédios construídos desde 2004, a nova madeira economizaria 20% nas contas de ar condicionado. Resfriar uma casa em um ambiente quente é um dos maiores consumidores de energia. Não há indicação de quando madeira desse tipo pode estar pronta para implantação comercial.

0 Shares