Pesquisa: Aqui vêm as baterias de colheita de energia wi-fi

Pesquisa: Aqui vêm as baterias de colheita de energia wi-fi

A simplifica√ß√£o dos elementos relacionados aos smartphones em seu estado atual parece ser o tema abrangente da tecnologia m√≥vel atualmente. A itera√ß√£o dos elementos – tamanho da tela, forma, quantidade de c√Ęmeras, coisas complicadas – parece ser o mais importante para os fabricantes de smartphones. O que √© necess√°rio para mudar toda a ind√ļstria? Poderia um sistema de bateria que colhe radia√ß√£o de Wi-fi para carregar baterias fazer o truque?

Recentemente, foi realizado um estudo no qual os pesquisadores comprovaram a possibilidade de que materiais bidimensionais possam ser usados ‚Äč‚Äčpara criar retenas flex√≠veis para a coleta de energia sem fio da banda Wi-fi. Bom neles por encontrar a maneira como funcionar√°. Mas supondo que seus resultados de pesquisa em sistemas de bateria de smartphones sejam carregados enquanto voc√™ dirige para o trabalho – e ent√£o?

Como a falta de necessidade de carregar seu smartphone mudaria sua vida? Realmente faria essa grande diferença? Ou seria apenas para que você não precisasse lembrar de conectar seu telefone à noite?

Os pesquisadores postularam que, embora existam componentes para seu sistema em potencial, “ainda falta uma solu√ß√£o eficiente, flex√≠vel e sempre ativa de coleta de energia, indispens√°vel para sistemas de alimenta√ß√£o pr√≥pria”. Agora que a radia√ß√£o eletromagn√©tica dos sistemas Wi-fi em todo o mundo em 2,4 e 5,9 gigahertz “est√° se tornando cada vez mais onipresente”, qual √© a utilidade de um sistema flex√≠vel, fino, robusto e eficiente para colher a referida pot√™ncia?

Essas pessoas na pesquisa que estamos analisando hoje sugerem que eles têm a solução. Eles dizem que o sistema em questão está pronto para ser lançado.

‚ÄúEste retificador flex√≠vel baseado em MoS2 opera at√© a banda X (8 a 12 gigahertz) e cobre a maior parte da banda de r√°dio industrial, cient√≠fica e m√©dica n√£o licenciada, incluindo os canais Wi-Fi. Ao integrar o retificador MoS2 ultra-r√°pido com uma antena de banda Wi-Fi flex√≠vel, fabricamos uma retena totalmente flex√≠vel e integrada que obt√©m a capta√ß√£o de energia sem fio da radia√ß√£o eletromagn√©tica na banda Wi-Fi com vi√©s externo zero (sem bateria). ‚ÄĚ

Mas espere, Tesla não fez isso primeiro? Quero dizer, mais ou menos? Tipo de. O Wi-fi não existia exatamente quando Tesla estava experimentando na época. Agora que temos poder Рenormes quantidades de poder Рpairando sobre nós quase constantemente, é sensato que tentemos aproveitar o trabalho que já está sendo feito.

As pessoas que conduziram essa pesquisa sugeriram que “este trabalho fornece um bloco de constru√ß√£o de coleta de energia universal que pode ser integrado a v√°rios sistemas eletr√īnicos flex√≠veis”. Sistemas eletr√īnicos flex√≠veis, como os pr√≥ximos telefones dobr√°veis, mas tamb√©m dispositivos com componentes flex√≠veis que n√£o necessariamente se movem muito quando s√£o colocados no lugar – como um monitor de v√≠deo curvo.

Com a falta de necessidade de parar e recarregar as baterias em dispositivos sem fio, poderíamos ir à praia e assistir nossos programas de streaming favoritos sob o sol. Esse é um mau exemplo. Talvez um smartwatch seja a melhor razão para integrar baterias carregadas por radiação wi-fi.

Talvez seja o dispositivo que ainda não sonhamos. O dispositivo que de outra forma seria impossível. O dispositivo que vive dentro do corpo humano. Poderia ser este o ponto em que o ciborgue se torna uma possibilidade real? Já é hora de começarmos a plantar luzes LED conectadas por Bluetooth sob nossa pele para aumentar as tatuagens? Ou talvez algo mais nobre? As possibilidades poderiam ser infinitas.

Para obter mais informa√ß√Ķes sobre a pesquisa mencionada neste artigo, consulte o artigo ‚ÄúRetena flex√≠vel bidimensional habilitada para MoS2 para coleta de energia sem fio da banda Wi-Fi‚ÄĚ, publicada na edi√ß√£o de 28 de janeiro de 2019 do Nature International Journal of Science.

Este artigo foi escrito por Xu Zhang, Jes√ļs Grajal, Jose Luis Vazquez-Roy, Ujwal Radhakrishna, Xiaoxue Wang, Winston Chern, Lin Zhou, Yuxuan Lin, Pin-Chun Shen, Xiang Ji, Xi Ling, Ahmad Zubair, Yuhao Zhang, Han Wang, Madan Dubey, Jing Kong, Mildred Dresselhaus e Tom√°s Palacios. Este jogo pode ser encontrado com o c√≥digo DOI: 10.1038 / s41586-019-0892-1 neste minuto.

0 Shares