Patch do Windows 10 de junho de 2019 resolve 88 vulnerabilidades de segurança

A Microsoft lançou o patch do Windows 10 de junho de 2019 na última terça-feira, apresentando 4 avisos, 1 atualização da pilha de serviços e atualizações para 88 vulnerabilidades, com 21 sendo classificadas como críticas.

Dizem que alguns dos avisos incluem drivers e software atualizados que corrigem vulnerabilidades em hardware e software de terceiros, como o Adobe Flash Player.

Segundo a empresa, 66 dos 88 patches são classificados como “importantes”, enquanto apenas um é classificado como “moderado”. Além disso, a Microsoft alegou que nenhum dos zero dias divulgados publicamente ou outras vulnerabilidades foram explorados publicamente na natureza.

A Microsoft sugere que todos instalem as atualizações de segurança para proteger seus sistemas.

As quatro vulnerabilidades divulgadas publicamente corrigidas na atualização de segurança são as seguintes:

  • CVE-2019-1069: O bug, que afeta o Agendador de Tarefas do Windows no Windows 10, Server 2016 e versões posteriores, suscitou a maior preocupação entre os especialistas em segurança. Isso poderia permitir a elevação de privilégio nos sistemas afetados, de acordo com a Microsoft.
  • CVE-2019-1064: Vulnerabilidade de elevação de privilégio no Windows que afeta o Windows 10, Server 2016 e posterior.
  • CVE-2019-1053: A vulnerabilidade de elevação de privilégio do Windows Shell afeta todos os sistemas operacionais Windows atualmente suportados. Isso poderia criar condições de elevação de privilégio nos sistemas afetados, escapando de uma caixa de proteção.
  • CVE-2019-0973: A vulnerabilidade do Windows Installer pode permitir a elevação de privilégios nos sistemas afetados, devido à sanitização incorreta das entradas das bibliotecas carregadas.

Parabéns ao nosso leitor Metal Messiah por trazer isso à nossa atenção.

Obrigado Guru3D

Artigos Relacionados

Back to top button