Os robôs também precisam de café, mas não pelas razões que você pensa

Os robôs também precisam de café, mas não pelas razões que você pensa

O café é a bebida preferida por milhões de pessoas que precisam de um impulso de energia para o trabalho ou aumentam o foco nos exames. Os grãos são encontrados em uma variedade de produtos, incluindo uma máquina inesperada: um robô. Acontece que os grãos de café podem ajudar um certo tipo de robô de pernas múltiplas a realizar seu trabalho com menos problemas, mas não pelas razões que você pensa.

Ao contrário das pessoas, esses robĂ´s nĂŁo estĂŁo tomando cafĂ© – eles estĂŁo usando-o para andar em superfĂ­cies irregulares. O desenvolvimento vem de pesquisadores da Escola de Engenharia da UC San Diego Jacobs e envolve grĂŁos de cafĂ© usados ​​nos pĂ©s de um robĂ´ projetado para caminhar sobre superfĂ­cies irregulares como cascalho. Como vocĂŞ pode antecipar, os grĂŁos de cafĂ© ajudam os pĂ©s a se adaptarem Ă  forma da superfĂ­cie.

Os pesquisadores testaram suas ‘botas para bots’ em uma variedade de superfĂ­cies, incluindo rochas, lascas de madeira e terrenos acidentados ao ar livre. O resultado foi uma velocidade de caminhada mais rápida para o robĂ´ com os pĂ©s em pĂł de cafĂ© – ele foi capaz de viajar atĂ© 40% mais rápido quando comparado Ă s caminhadas nas mesmas superfĂ­cies sem sapatos especiais.

As botas são feitas de borra de café dentro de um compartimento de látex; eles podem mudar de forma em resposta à superfície e depois voltar ao seu formato normal. Isso proporciona uma melhor aderência em superfícies planas, de acordo com os pesquisadores, e diminui o número de escorregões e tropeções em terrenos irregulares, resultando em maior velocidade de deslocamento.

A estrutura Ă© chamada de “bloqueio granular” e permite que as botas se comportem como um lĂ­quido e um sĂłlido, observa o estudo. As botas foram testadas com um robĂ´ hexapod equipado com um sistema que controla a pressĂŁo nos pĂ©s – isso Ă© chamado de interferĂŞncia ativa. As botas tambĂ©m podem ser usadas com interferĂŞncia passiva, que Ă© quando o peso do robĂ´ faz com que os sapatos cheios de cafĂ© endurecem devido Ă  pressĂŁo, depois relaxa quando a perna Ă© levantada e a pressĂŁo removida.

Os pesquisadores estĂŁo planejando aprimoramentos adicionais para suas botas de robĂ´, incluindo sensores capazes de dizer se o robĂ´ precisa usar atolamentos ativos ou passantes para qualquer superfĂ­cie.

0 Shares