Os dados da LRO nos mostram o que a equipe viu na Apollo 13

O Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) reuniu dados que nos permitem recriar algumas das vistas que os astronautas da Apollo 13 teriam visto ao orbitar a lua décadas atrás, em 1970. A visualização que a NASA ofereceu está em resolução 4K e mostra visões diferentes da superfície, começando com o earthset e o nascer do sol e terminando com a Apollo 13 restabelecendo o contato com o Controle da Missão.

A NASA observa que todas as visualizações no vídeo são aceleradas e não são em tempo real. O vídeo começa com a nota de que, entre o nascer do sol e o nascer do sol, a equipe ficou na escuridão total por 8 minutos. Após esse período de 8 minutos, o terreno lunar apareceu. O terreno parece extremamente acidentado no vídeo da NASA.

À medida que o terreno se move sob a espaçonave, os astronautas recebem uma enorme quantidade de crateras feitas ao longo dos milênios a partir de asteróides que atingem a Lua. As crateras dentro de cada lugar que você olha. Quando a Terra voltou a aparecer, os astronautas conseguiram entrar em contato com o Controle da Missão.

Estar fora de contato foi um dos momentos mais estressantes para os astronautas e controladores de missão na Terra. Se algo desse errado no lado oposto da lua, ninguém saberia na Terra.

O vídeo mostra o que a equipe viu na trajetória de retorno livre ao redor da lua que marcou o início do retorno para casa. Esta é uma renderização em computador que foi criada usando dados coletados pelo LRO, que está em órbita em torno da Lua desde que foi lançado em 2009. O LRO orbita a Lua a uma altitude de 50 quilômetros e requer duas horas para uma órbita completa. Este não é um vídeo real tirado da LRO, é uma renderização com base nos dados coletados.

Artigos Relacionados

Back to top button