O teclado na tela do iPad pode parecer o verdadeiro …

Os teclados na tela se tornaram realidade, mas isso não os torna agradáveis ​​de usar. Isso é especialmente verdadeiro para tablets com telas grandes que seriam mais confortáveis ​​de usar com teclas maiores e mais espaçosas. Digitar em vidro plano com nada além de vibrações sutis da tela inteira sempre parecerá antinatural para algumas pessoas. A mais nova patente da Apple pode oferecer uma indenização aos digitadores de tela, ou seja, se alguma vez se tornar uma implementação real.

Mesmo os que estão acostumados a digitar na tela do smartphone ainda acharão um pouco estranho digitar em uma tela grande do iPad. Parece um teclado QWERTY e pode até parecer um teclado QWERTY, mas definitivamente não é um teclado QWERTY. Por anos, especialistas em usabilidade e HCI vêm dando palestras sobre a falta de ergonomia dos teclados com tela de toque por causa da falta de feedback háptico.

O problema com o feedback tátil do teclado nas telas é a natureza inflexível do vidro. Localizar a vibração sob o dedo para parecer que você está realmente pressionando um botão físico é quase impossível, porque existe apenas um mecanismo de vibração e afeta toda a superfície da tela. E é exatamente isso que a patente da Apple deve abordar.

O pedido de patente, recém-publicado pelo USPTO, fala sobre o uso de motores hápticos eletrostáticos para resolver isso. Em vez de tentar localizar vibrações, está usando a eletricidade para “falsificar” a resistência oferecida pelos teclados mecânicos. Como uma empresa que vem jogando com feedback háptico nas telas, a Apple tem mais chances do que qualquer outra de tornar essa patente real.

Claro, ainda é uma patente e uma aplicação nisso. Mesmo que a Apple receba a patente, pode demorar um pouco até que ela seja implementada. Dada a visão da Apple para iPads com acessórios de teclado, ela ainda pode não ter alta prioridade, mas pode ser benéfica para um dispositivo dobrável de tela dupla.

Artigos Relacionados

Back to top button