O pr√≥ximo chip de rel√≥gio at√īmico √≥ptico √© menor que um gr√£o de caf√©

O pr√≥ximo chip de rel√≥gio at√īmico √≥ptico √© menor que um gr√£o de caf√©

Muitos de n√≥s tomam tempo como garantido e presumimos que segundos s√£o apenas, bem, segundos. Para algumas aplica√ß√Ķes em ci√™ncia e tecnologia, no entanto, ser preciso at√© o milissegundo pode fazer um mundo de diferen√ßa. Para esse tipo de precis√£o, rel√≥gios at√īmicos s√£o o nome do jogo e o rel√≥gio em desenvolvimento do NIST tem um cora√ß√£o t√£o pequeno que um gr√£o de caf√© fica alto ao lado dele.

Totalmente n√£o relacionados a explosivos, os rel√≥gios at√īmicos usam os sinais que os √°tomos emitem sob certas condi√ß√Ķes para estabelecer a base por um segundo. Atualmente, a maioria dos rel√≥gios at√īmicos usa as vibra√ß√Ķes naturais do √°tomo de c√©sio e mede as frequ√™ncias de microondas. Essa, por exemplo, √© a base atual para a defini√ß√£o internacional de um segundo.

As frequ√™ncias de microondas que usam osciladores, no entanto, tendem a exigir calibra√ß√£o inicial e produzem frequ√™ncias inconsistentes ao longo do tempo, levando a erros de temporiza√ß√£o. Os rel√≥gios at√īmicos √≥pticos, ao contr√°rio, podem funcionar em frequ√™ncias mais altas e podem dividir o tempo em unidades menores, aumentando o “fator de qualidade” do rel√≥gio. O problema com esses, no entanto, √© que eles geralmente s√£o grandes e complexos.

O Instituto Nacional de Padr√Ķes e Tecnologia dos EUA (NIST) est√° desenvolvendo uma solu√ß√£o menor que requer um “cora√ß√£o” menor. Isso ocorre atrav√©s de uma ‚Äúc√©lula de vapor em um chip‚ÄĚ que mede a atividade se o rub√≠dio em vez do c√©sio. O rub√≠dio est√° atualmente sendo investigado como uma poss√≠vel substitui√ß√£o para uso em futuros padr√Ķes de frequ√™ncia.

O rel√≥gio at√īmico √≥ptico do NIST requer pouco espa√ßo e menos energia, apenas 275 miliwatts. O instituto espera que um rel√≥gio do tamanho de um dispositivo port√°til possa ser fabricado com este novo chip. Isso pode torn√°-lo ideal para uso fora de institui√ß√Ķes e universidades e pode ser o cron√īmetro nos sistemas de navega√ß√£o ou mesmo como rel√≥gios de backup em sat√©lites onde a manuten√ß√£o √© quase imposs√≠vel e a energia √© muito alta.

0 Shares