O novo chip de segurança da Samsung quer tornar os telefones mais seguros, bloqueados …

À medida que os smartphones se tornam mais críticos para a vida das pessoas, eles também se tornam mais tentadores aos olhos de hackers e criminosos. Armazenando não apenas nossas informações pessoais, mas também opções de pagamento, a necessidade de proteger dados confidenciais em dispositivos móveis se tornou ainda maior nos dias de hoje. Para atender a essa necessidade, a Samsung está lançando sua solução de segurança pronta para a próxima geração, que promete manter os telefones e os dados pessoais armazenados nela seguros.

Esse novo chip, o Secure Element (SE) S3FV9RR, segue a primeira solução de segurança que a empresa anunciou em fevereiro. O chip possui algumas atualizações, incluindo a certificação para o mais recente CC EAL (Nível de Garantia de Avaliação de Critérios Comuns) 6+, usado em produtos como passaportes eletrônicos, carteiras de hardware e, é claro, passaportes.

Também possui o dobro do armazenamento seguro que o seu antecessor. Isso, diz a Samsung, permite que o chip suporte uma raiz de confiança baseada em hardware. Em poucas palavras, esse sistema de segurança verifica o firmware do telefone a cada inicialização para garantir que apenas o firmware com chaves aprovadas seja executado. Isso protege não apenas contra ataques maliciosos, mas também contra atualizações de software não autorizadas.

O último é provavelmente algo que faria alguns desenvolvedores e modders do Android gemerem. Os telefones da Samsung são notórios por serem hostis a ROMs de terceiros que, por natureza, se enquadram em firmware não autorizado. A promessa deste chip de segurança aprimorada no nível do gerenciador de inicialização pode dificultar seu trabalho para futuros telefones Samsung.

Obviamente, é também isso que tornará essa solução de segurança mais atraente para os fabricantes de hardware, tanto em dispositivos móveis quanto em outros lugares. Como um chip independente, a Samsung garante que o S3FV9RR funcione independentemente dos recursos e desempenho de segurança do processador principal. O chip estará disponível para os clientes no terceiro trimestre deste ano, mas ainda resta saber se ele terá alguma presença visível nos smartphones.

Artigos Relacionados

Back to top button