O estúdio por trás do Scalebound não quer que a Microsoft seja culpada por seu cancelamento

Quando foi anunciado em 2014, Scalebound tinha todas as promessas do console da Microsoft. Deve-se dizer que as primeiras imagens da jogabilidade deste jogo dirigido por Atsushi Inaba, diretor da Platinium Games, foram a inveja dos jogadores que se reuniram em torno de seu desenvolvimento. Infelizmente, com o tempo, Scalebound ficou para trás até ser cancelado no ano de 2017. Após quatro anos de espera, a maioria dos jogadores desistiu da ideia de ver o jogo finalizado. Muitos decidiram então culpar a Microsoft, que deveria publicar Scalbound.

E enquanto Atsushi Inaba estava bastante calado sobre o assunto, o homem decidiu falar durante uma entrevista para o VGC.

O diretor da Platinium Games pede aos fãs que não culpem a Microsoft pelo cancelamento de Scalebound.

“Ambos os lados falharam”

De qualquer forma, é assim que Atsushi Inaba se sente após o cancelamento de Scalebound. Nesta entrevista, o homem explica que a Microsoft e a Platinium Games falharam nesse objetivo comum e que a editora não é a única responsável. Este último vai ainda mais longe ao explicar que o jogo de qualquer forma não atingiu o objetivo estabelecido pela equipe de desenvolvimento. A raiva dos fãs direcionada à Microsoft não teria ajudado o estúdio a aceitar esse fracasso. Atsushi Inaba acredita que Planitium, como a Microsoft, poderia ter feito melhor e que não era do interesse comum “que um jogo fosse cancelado”.

Mas não há dúvida de ser pessimista para Atsushi Inaba. O homem acredita que o estúdio aprendeu com esse fracasso enquanto varreu a possibilidade de autopublicação. Por muito tempo, houve rumores de um lançamento independente da Platinium Games no Nintendo Switch. O diretor do estúdio explica que o cancelamento de um título é moeda corrente no meio e faz parte da criação de um videogame.

Basta dizer que, com essas declarações, os jogadores que esperam por Scalebound desde 2014 terão que lamentar um título que provavelmente nunca será lançado. Ou pelo menos não em sua forma original quando apresentada. Uma falha reconhecida pela Platinium Games, que desta vez pede aos jogadores que não ataquem a editora Microsoft.

Artigos Relacionados

Back to top button