O “Edge Sense” se tornará “Active Edge” no Google Pixel 2 da HTC

O

A HTC protocolou documentos no Escritório de Engenharia e Tecnologia da FCC com os resultados dos testes de radiofreqüência para o “G011A”. Pensa-se que o dispositivo seja o Google Pixel 2.

É necessário que o hardware seja rotulado com o ID da FCC associado a ele e os fabricantes devem mostrar a comissão em que localizam o dispositivo ou, se aplicável, dentro do software. É nesta divulgação que descobrimos que as informações regulatórias de vários países são impressas no tipo de logotipo do Google de Product Sans.

Os usuários também podem encontrar informações nas configurações do dispositivo e a HTC nos mostra como fazê-lo, passo a passo. Por meio desta demonstração gráfica, descobrimos que há um Snapdragon 835 e uma opção de armazenamento de 64 GB. O Pixel já parece estar executando o Android 8.0.1 também com o patch de segurança de 5 de agosto.

Por fim, descobrimos que o “Active Edge” está ativado e que pode ser usado para “pressionar o seu assistente”. A HTC incorporou um quadro sensível à pressão ao seu dispositivo principal de marca própria, o U11, e chamou o conjunto de software associado a ele “Edge Sense”. Pode ser usado para abrir aplicativos, tirar o obturador do aplicativo da câmera e muito mais. Além do Pixel 2, o Pixel XL 2 (da LG) também pode misturar o “Active Edge” em seu conjunto de recursos.

Falando nisso, não vimos muito sobre o Pixel XL 2 por um tempo, então esperamos obter um pouco mais de detalhes sobre isso também.

0 Shares