Nintendo DS: linkers agora banidos na França

Temos que admitir, de todos os consoles do mercado, o Nintendo DS/DSi é sem dúvida um dos mais fáceis de decifrar. Para fazer isso, basta comprar um flashcard, instalar o firmware tudo bem e pegue roms da web. Sim, mas aqui está, o gigante japonês não o ouve com o mesmo ouvido e a empresa obteve assim a proibição total de linkers na França. Basta dizer que, se você planeja quebrar seu console portátil, terá que ter muito cuidado e solicitar seu flashcart no exterior.

Nintendo DS: linkers agora banidos na França

Para quem não sabe absolutamente nada sobre isso, note que um flashcard se parece exatamente com um cartucho oficial do Nintendo DS. Exceto que o cara tem uma porta microSD. Depois é só recuperar o firmware o que é bom, transferi-lo para um cartão desse tipo, conectar este último ao linker e colocar tudo em seu console portátil para poder executar cerveja caseira e o jogo “salva”. Francamente, o procedimento é super simples de seguir e leva apenas cerca de dez minutos (incluindo transferências) para poder desbloquear seu console.

Basta dizer que os linkers estão vendendo muito bem. E alguns franceses até desenvolveram um negócio real com o lançamento de lojas na web. Lojas como Divineo que foram multadas em grandes quantias (como 460.000 euros, pague seu crédito Sofinco!). Observe, no entanto, que a Nintendo vem lutando contra flashcarts há muito tempo. Dentro Dezembro de 2009, a empresa japonesa havia até perdido uma primeira batalha, mas o fabricante não desistiu. Aparentemente, ele aceitou bem, já que o Tribunal de Apelação de Paris acaba de lhe dar seu caso. Segundo ela, os flashcarts realmente violam a propriedade intelectual da Nintendo e qualquer pessoa que negocie esses acessórios corre o risco de multa e prisão.

E, finalmente, vamos simplesmente lembrar que os linkers já são proibidos em Alemanhadentro Bélgicadentro Itáliadentro Grã-Bretanha e até mesmo para Holanda. Tudo o que resta é conseguir suprimentos… na China.

Através da

Artigos Relacionados

Back to top button