Nave espacial ICON da NASA lança com sucesso

A NASA anunciou que sua nave espacial ICON (Ionospheric Connection Explorer) foi lançada e chegou em órbita com sucesso. O ICON é uma missão inédita que visa estudar uma região do espaço conhecida como ionosfera. Essa região do espaço é importante porque pode mudar, e essas alterações podem atrapalhar as comunicações e as órbitas dos satélites.

Alterações na ionosfera podem representar riscos de radiação para os astronautas. O ICON tomou uma rota diferente no espaço que muitos satélites. Em vez de lançar do topo um foguete, o ICON estava amarrado a um foguete Pegasus XL que estava embaixo de uma aeronave Northrop Grumman Stargazer L-1011. A aeronave decolou às 20:31 EDT da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida.

A missão era lançar o foguete Pegasus XL a 39.000 pés por volta das 9:30, mas a janela de lançamento foi pulada devido a um problema de comunicação entre a aeronave e a equipe de terra em Cabo Canaveral. A equipe fez uma segunda tentativa e a carga útil do ICON foi liberada às 21h59 EDT. Os sistemas automatizados do foguete Pegasus lançaram o ICON sem problemas.

A NASA relata que os painéis solares do ICON foram implantados com sucesso, indicando que ele possui energia e que todos os sistemas estão operando. Levará cerca de um mês para comissionar o satélite ICON, e os primeiros dados científicos devem ser devolvidos em novembro.

O ICON explorará as conexões entre a atmosfera neutra e a ionosfera eletricamente carregada com quatro instrumentos. Três deles contam com um fenômeno da atmosfera superior chamado airglow. A área é semelhante ao processo que cria a aurora, mas muito mais fraca. A área ainda é clara o suficiente para permitir a observação de como as partículas passam pela atmosfera superior.

Artigos Relacionados

Back to top button