MIT desenvolveu um dispositivo para controlar os sonhos

Antes de cair em um sono profundo, as pessoas se encontram por alguns minutos em um estado em que estão meio acordadas. Durante esse curto período de tempo de transição entre essas duas fases do sono, os indivíduos estão sujeitos a microsonhos dos quais não têm memória ao acordar.

Uma equipe de cientistas do MIT liderada pelo estudante de doutorado Adam Horowitz quer remediar isso.

Para fazer isso, Horowitz e seus amigos projetaram um dispositivo chamado Dormio que atuará especificamente nas pessoas quando elas passarem de um estado semi-acordado para um sono profundo. Este dispositivo permitirá que as pessoas se lembrem do conteúdo de seus sonhos durante esta fase do sono. Dormio já foi testado em 15 indivíduos.

Segundo Adam Horowitz, é possível estender em alguns minutos o período em que os sujeitos estão entre as duas fases do sono e que, ao acordar, consigam lembrar dos sonhos que tiveram nesse período.

Um terceiro protótipo

Adam Horowitz e sua equipe estão atualmente trabalhando no terceiro protótipo do Dormio. A primeira geração deste dispositivo foi projetada por Adam Horowitz, Ishaan Grover, Sophia Yang e Pedro Reynolds Cuellar. O dispositivo consiste em uma luva com um microcontrolador Arduino que exerce uma leve pressão na mão do usuário.

No entanto, este primeiro protótipo teve alguns inconvenientes. A nova geração do Dormio agora atua capturando os movimentos das pálpebras de sujeitos adormecidos. Desta vez, o objetivo dos cientistas era tornar o dispositivo confortável, acessível e não intrusivo para os usuários.

Resultados dos testes em breve

O mundo operacional do Dormio é bastante simples. Quando começam a adormecer, os sujeitos que o usam ouvem periodicamente palavras ou frases sugeridas pelo aparelho que quer incentivá-los a sonhar com um determinado elemento.

Ao acordar, os usuários dizem que não se lembram do que o robô lhes disse, mas afirmam ter visto uma das palavras que foram ditas pelo robô aparecer durante o sono, mas sem saber.

Os resultados dos testes realizados com o Dormio serão apresentados na Computer-Human Interface Conference a ser realizada em Montreal, Canadá, em breve.

Artigos Relacionados

Back to top button