Microsoft não tem planos de desenvolver seu próprio Battle Royale

Você ama Batalha real e você é um amante de licenças Microsoft ? Más notícias para você, a firma de Redmond não tem planos de desenvolver nenhum. Questionado no Twitter sobre isso, Phil Spencero chefe do ramo Xboxteve a oportunidade de falar sobre o gênero e de afirmar que a criação de uma nova licença articulada em torno desse modo de jogo não era uma questão atual nem na Microsoft nem nos estúdios a ela vinculados.

A razão apresentada pelo interessado é, em última análise, bastante simples: já existem demasiadas pessoas neste sector. O comunicador emérito, Phil Spencer, porém, deixa uma porta aberta ao indicar que seria necessário – para que a Microsoft lançasse – que um de seus estúdios tivesse um projeto inovador e diferente do que já está presente no mercado.

Deve-se dizer que, de fato, dois fatores devem ser levados em consideração para o gigante americano. Primeiramente, Fortnite e PUBG são dois gigantes muito bem estabelecidos que seriam difíceis de suplantar (alguns estão tentando mais ou menos com mais ou menos sucesso); e, além disso, é difícil saber quanto tempo durará o fenômeno Battle Royale. Um campo minado para a Microsoft, que atualmente prefere apoiar aqueles que já estão na arena – e em particular o PUBG.

Microsoft não quer seguir estupidamente a tendência do Battle Royale

De qualquer forma, é isso que Phil Spencer explica em segundo plano. “Milhões [de joueurs] estão jogando Battle Royale agora. Eu não quero desenvolver um só porque outros o fizeram. Fortnite é enorme, PUBG é enorme, novos Battle Royales estão sendo criados por desenvolvedores veteranos, prefiro apoiá-los. A menos que encontremos algo especial em ‘first party’, que é diferente“, estimou.

Uma mensagem relativamente explícita que é um bom presságio para PUBG e Fortnite. Os dois líderes da indústria provavelmente não terão que se preocupar em ver um novo lobo entrar no redil… Pelo menos não até que a Microsoft não tenha nada de novo para contribuir com um gênero que poderia – de qualquer forma – perder o fôlego.

Artigos Relacionados

Back to top button