Mesmo uma inflamação leve pode prejudicar a capacidade do cérebro de ficar alerta

Mesmo uma inflamação leve pode prejudicar a capacidade do cérebro de ficar alerta

A inflama√ß√£o, incluindo o tipo resultante de resfriados leves, pode afetar a capacidade do c√©rebro de se tornar e permanecer alerta, algo geralmente chamado de “nevoeiro cerebral”. As descobertas v√™m de um novo estudo da Universidade de Birmingham, que injetou aos participantes uma vacina contra a febre tif√≥ide contra salmonela, a fim de induzir temporariamente a inflama√ß√£o em seus corpos.

A inflama√ß√£o no corpo n√£o √© incomum – essa √© uma resposta normal a doen√ßas e pode resultar de algo t√£o simples quanto pegar um v√≠rus ou desenvolver uma infec√ß√£o. No entanto, a inflama√ß√£o deve ser um estado tempor√°rio; quando cr√īnica, causa todos os tipos de problemas de sa√ļde, incluindo potencialmente o desenvolvimento de c√Ęncer. A inflama√ß√£o cr√īnica tem sido associada √† obesidade, dietas de baixa qualidade, doen√ßas autoimunes e muito mais.

Independentemente do que est√° causando isso, o novo estudo descobriu que a inflama√ß√£o no corpo afeta diretamente a capacidade do c√©rebro de se tornar e, em seguida, ficar alerta. Como conseq√ľ√™ncia, algu√©m que sofre de inflama√ß√£o pode descobrir que tamb√©m experimenta ‘nevoeiro cerebral’, um termo que √© freq√ľentemente usado para se referir a problemas de concentra√ß√£o, baixa velocidade de racioc√≠nio, confus√£o de palavras e muito mais.

A liga√ß√£o foi feita usando 20 volunt√°rios do sexo masculino descritos como ‘jovens’. O grupo foi injetado com a referida vacina contra a febre tif√≥ide contra salmonela, a fim de induzir inflama√ß√£o tempor√°ria, e foi submetido a um teste cognitivo poucas horas depois, juntamente com o monitoramento da atividade cerebral.

Posteriormente no estudo, os participantes foram injetados com √°gua e fizeram os mesmos testes. Os participantes n√£o tinham id√©ia de quais inje√ß√Ķes recebiam a cada dia e seus n√≠veis de inflama√ß√£o foram monitorados por meio de exames de sangue. Embora a inflama√ß√£o n√£o pare√ßa ter um impacto no controle executivo ou na “orienta√ß√£o”, os pesquisadores descobriram que ela teve um efeito negativo nos n√≠veis de alerta.

0 Shares