MacBook Pro 2011: tudo sobre a nova linha

Estamos falando sobre isso há semanas e pela primeira vez o boato de 24 de fevereiro foi bem fundamentado desde que a empresa de Cupertino acaba de atualizar sua linha MacBook Pro. Aqueles que estavam esperando por eles poderão, portanto, saltar para o teto, mesmo que as melhorias feitas nos laptops profissionais da Apple sejam um pouco decepcionantes. E, inevitavelmente, se você quiser saber tudo sobre esses novos MacBook Pros, ficará feliz em saber que tudo é explicado mais adiante no artigo.

Como sempre com um produto encabeçado, a especulação está indo bem há várias semanas. Alguns pensavam que os novos MacBook Pros dariam lugar de destaque ao “Metal Líquido”, outros que seriam mais leves, mais finos, mais autônomos e… menos caros, no final todos estavam errados. Além da data de lançamento, o único boato que se provou verdadeiro é o que aludia ao Light Peak, agora mais conhecido como Thunderbolt. Por outro lado, vamos sublinhar mesmo assim o facto de um dos novos modelos ter sido revelado antes da hora.

Agora que este pequeno lembrete dos últimos rumores sobre o novo MacBook Pro está feito, podemos chegar ao cerne da questão e dar uma olhada nos diferentes modelos que acabaram de entrar na Apple Store. Modelos que são finalmente cinco em número. Existem dois MacBook Pros de 13 polegadas, dois MacBook Pros de 15 polegadas e um MacBook Pro de 17 polegadas. Observe de passagem que o famoso MacBook branco ainda está no catálogo e que todos os novos MacBook Pros oferecem Sandy Bridge e uma porta Thunderbolt também conhecida como “Light Peak”.

Ambos MacBook Pro de 13 polegadas oferecem respectivamente um Core i5 @ 2,5 Ghz e um Core i7 @ 2,7 Ghz (cache de 3 MB)4 GB de RAM, 320 GB e 500 GB de espaço de armazenamento, um Intel HD 3000 com 384 MB de memória além de uma câmera FaceTime HD, WiFi, Bluetooth, uma porta Ethernet, uma porta Firewire 800, duas portas USB 2.0, uma porta Thunderbolt e um leitor de cartão SDXC. Do lado da autonomia, a Apple anuncia que pode esperar durar 7 horas, ainda será necessário aguardar os primeiros retornos para saber se esse ponto é verificado ou não. Observe que a resolução da tela está definida em 1280 por 800. Pelo preço, caso contrário, você terá que pagar pelo menos 1.149 euros pelo primeiro modelo e 1.449 euros pelo segundo.

Ambos MacBook Pro de 15 polegadas oferecer um Core i7 @ 2 Ghz e um Core i7 @ 2,2 Ghz (cache de 6 MB)4 GB de RAM, 500 GB e 750 GB de espaço de armazenamento, uma AMD Radeon HD 6490M com 256 MB de memória (+ Intel HD Graphics 3000 com 384 MB de memória) e uma AMD Radeon HD 6750M com 1 GB de memória (+ Intel HD Graphics 3000 com 384 MB de memória), além de uma câmera FaceTime HD, uma porta Ethernet, uma porta FireWire 800, duas portas USB 2.0, uma porta Thunderbolt, um leitor de cartão SDXC. Observe a ausência de SSD, o que é francamente muito decepcionante e você deve saber que essas motos oferecem 7 horas de autonomia. A resolução, por sua vez, é de 1440 por 900. Do lado do preço, no entanto, esses modelos são oferecidos a 1.749 euros e 2.149 euros.

a MacBook Pro de 17 polegadaspor fim, oferece um Core i7 @ 2.2 Ghz, 4 GB de RAM, 750 GB de armazenamento, uma AMD Radeon HD 6750M com 1 GB de memória (+ Intel Graphics 3000 com 384 MB de memória), bem como uma câmera FaceTime HD, uma porta Ethernet, uma porta Firewire 800, três portas USB 2.0, uma porta Thunderbolt, uma porta ExpressCard. Tudo com uma resolução de 1920 por 1200. Uma bicicleta francamente muito musculosa, portanto, voltada principalmente para aqueles que precisam de potência, mas que nem sempre ficam em casa de cueca. A autonomia anunciada é de 7 horas e este modelo vai custar-te a ninharia de 2.499 euros.

Agora, vamos gentilmente passar para as opções e ver o que você pode adicionar à sua bicicleta e, especialmente, o preço que ela custará no final:

  • MacBook Pro de 13 polegadas: 8 GB de RAM (+ 200 euros), HDD 500 GB 7200t (+ 50 euros), HDD 750 GB 5400t (+ 150 euros), SSD 128 GB (+ 250 euros), SSD 256 GB (+ 650 euros), SSD 512 GB (+ 1.250 euros).
  • MacBook Pro de 15 polegadas: Intel Core i7 a 2,3 Ghz (segundo modelo, + 250 euros), 8 GB de RAM (+ 200 euros), HDD 500 GB 7200t (+ 100 euros), HDD 750 GB 5400t (+ 100 euros), SSD 128 GB ( + 200 euros), SSD de 256 GB (+ 600 euros), SSD de 512 GB (+ 1.199 euros), tela HD brilhante (+ 100 euros), tela antirreflexo HD (+ 150 euros).
  • MacBook Pro de 17 polegadas: Intel Core i7 (+ 250 euros), 8 GB de RAM (+ 200 euros), HDD 500 GB 7200t (gratuito), SSD 128 GB (+ 100 euros), SSD 256 GB (+ 500 euros), SSD 512 GB ( + 1.100 euros), tela antirreflexo (+ 50 euros).

Então, ei, tanto para dizer que, se você quiser um laptop com uma unidade SSD, terá que ser forte. Do meu ponto de vista, este é realmente o ponto mais decepcionante desses novos MacBook Pros. Não esqueçamos que o MacBook Air oferece memória Flash nativamente e que custa mais ou menos o mesmo que o primeiro MacBook Pro. (ambos em 11 polegadas e 13 polegadas). Nesse contexto, pode-se perguntar por que os laptops da faixa profissional da empresa não se beneficiam disso. Um disco rígido mecânico é lento e frágil. Por esse preço, o mínimo que você pode fazer é poder aproveitar as tecnologias atuais.

E já que falamos nisso, e os novos preços impostos pela Apple? Do meu ponto de vista, entre o MacBook Pro de 13 polegadas a 1.199 euros e o MacBook Pro de 15 polegadas a 1.799 euros, falta pelo menos um modelo. O primeiro MacBook Pro de 15 polegadas poderia ter sido oferecido por 1.599 euros, mesmo que isso significasse oferecer um processador um pouco mais lento, isso seria mais lógico. Quanto aos 2.599 euros do MacBook Pro de 17 polegadas, não é preciso falar sobre isso. Claro, resta a questão do Thunderbolt. E, por enquanto, vou abster-me de julgar esta tecnologia, prefiro esperar até vermos o que vale a pena no campo. Mas não se preocupe, hein, porque há uma boa chance de falarmos sobre isso novamente nas próximas semanas ou meses.

Artigos Relacionados

Back to top button