Levaria apenas 98 pessoas para criar uma colônia humana em outro sistema solar.

A humanidade há muito sonha em enviar humanos para outros planetas, mesmo antes de voos espaciais tripulados se tornarem realidade. E com a descoberta de milhares de exoplanetas nas últimas décadas, especialmente aqueles que orbitam em sistemas estelares vizinhos (como Proxima b), esse sonho parece estar se tornando realidade mais do que nunca.

Mas é claro que muitos desafios técnicos ainda precisam ser superados antes que possamos organizar tal missão. E uma das perguntas a ser respondida é quantas pessoas precisaríamos colocar a bordo dessa nave indo para um planeta distante.

Espaço

Então, quantas pessoas para criar uma colônia humana em outro sistema?

A questão foi objeto de um relatório recente de uma equipe de pesquisadores franceses que calculou o número mínimo de pessoas necessárias para garantir que uma tripulação saudável e multigeracional pudesse fazer a viagem até Proxima b.

O estudo foi conduzido pelo Dr. Frédéric Marin, astrofísico do Observatório Astronômico de Estrasburgo, e Dr. Camille Beluffi, físico de partículas que trabalha com a start-up científica Casc4de.

Definindo sua linha de base para velocidade e tempo de viagem em 200 km/s e 6300 anos, respectivamente, o Dr. Marin e o Dr. Beluffi determinaram o número mínimo de pessoas necessárias para garantir a chegada de uma tripulação saudável em Proxima b. Para fazer isso, a dupla realizou uma série de simulações de Monte Carlo usando um novo código criado pelo próprio Dr. Marin. “O código leva em conta o maior número possível de fatores biológicos e está sendo desenvolvido para incluir cada vez mais dados físicos”, disse Marin.

São necessários pelo menos 98 colonos para completar a jornada interestelar

Os dois cientistas então calcularam a média dos resultados dessas simulações em mais de 100 viagens interestelares com base nesses vários fatores e valores diferentes para determinar o tamanho mínimo da tripulação. No final, Dr. Marin e Dr. Beluffi concluíram que um mínimo de 98 membros da tripulação seriam necessários para sustentar uma jornada multigeracional para o sistema estelar mais próximo com um exoplaneta potencialmente habitável. Menos do que isso, e a probabilidade de sucesso cairia drasticamente.

Embora a tecnologia e os recursos necessários para realizar viagens interestelares ainda estejam muito distantes, estudos como esse podem ser de grande importância para essas missões – se e quando acontecerem.

Artigos Relacionados

Back to top button