Kingdom Hearts III: o mundo de “Toy Story” era “absolutamente necessário”

O retorno de Kingdom Hearts III no primeiro plano da cena do videogame parece aliviar seu co-diretor Tetsuya Nomura, que já conseguiu esvaziar parte de sua bolsa, garantindo que o atraso no desenvolvimento do projeto não é culpa dele, mas de sua gestão . Hoje, sob olhares que ele espera que sejam mais pacíficos, ele explica a integração do universo da História de brinquedos no terceiro episódio numerado da franquia squareenixo-Disney. Não olhe, não diz.

Essa foi a principal sensação do novo trailer de Kingdom Hearts III lançado há poucos dias pelos canais oficiais: a entrada de Sora, Donald e Pateta no mundo do História de brinquedoso primeiro longa-metragem de animação CGI dos estúdios da Pixar lançado em 1995.

Mesmo que a escolha não pretenda ser a mais surpreendente se você quiser tirar a nata da animação da Disney para uma série que já foi bem servida no pote de geleia, Tetsuya Nomura listou com Famitsu os motivos que levaram as franquias Toy Story e Kingdom Hearts a se encontrarem em nome do amor entre povos virtuais.

Nomura ‘profundamente comovido’ pela reunião de Toy Story e Kingdom Hearts

“Para começar, Toy Story foi um filme CGI pioneiro, então há algo atraente em seus visuais. E por ter o selo da Pixar, também exibe um alto nível de reconhecimento. Outra razão [pour laquelle Toy Story a été choisi] é que ele se encaixa na visão de mundo de Kingdom Hearts. Sempre pensei que com esse elemento de brinquedos com alma, poderíamos fazer uma história no estilo Kingdom Hearts.”

E o co-diretor do título a confessar “profundamente comovido” que esta associação visse a luz do dia, pois ele a queria desde Kingdom Hearts II (2005), acrescentando que foi “absolutamente necessário” que esses dois mundos se unam em Kingdom Hearts III. Que agora está programado para ser lançado em algum lugar no próximo ano e exclusivamente no PS4.

Artigos Relacionados

Back to top button