Julgamento: SEGA interrompe sua comercialização no Japão após prisão de ator por posse de cocaína

Após a prisão de um ator que emprestou seu rosto e sua voz para Julgamento, a SEGA decidiu parar de vender este título de PS4 no Japão. Ainda não está claro se o lançamento ocidental ainda é relevante.

Levou apenas algumas horas para a SEGA reagir significativamente. Como relata a Gamekult, o ator japonês Pierre Taki, 51, foi preso por posse de cocaína, que ele admitiu usar.“uma pequena quantidade”. E o homem passa a encarnar Kyohei Hamura, capitão da família Matsugane no videogame Julgamento lançado recentemente no Japão no PS4.

Fatos graves em mais de um sentido, porque, em primeiro lugar, tal posse é punível com até sete anos de prisão no arquipélago. Então, a SEGA já havia feito alterações em um personagem de Yakuza 4 após suspeitas de consumo de cocaína em seu ator.

Suspeitas que nunca foram comprovadas até agora.

Congelamento de vendas de julgamento no Japão: preços em alta nos revendedores

Desde então, o editor do Julgamento decidiu interromper sua comercialização no Japão, seja nas lojas ou nas plataformas digitais, incluindo a PlayStation Store (o título permanece pré-encomendável na PSN europeia, o que certamente não significa muito).

Os dealers estão esfregando as mãos e assim se permitem inflar o preço do jogo em sua posse.

Se podemos pensar que a SEGA vai devolver Julgamento nas lojas japonesas após encontrar uma solução para o problema, o lançamento do título no ocidente agora está em discussão. Julgamento ainda está marcado para o dia 21 de junho, e não é certo que essa data seja mantida apenas, pois o nome de Pierre Taki tem pouca ressonância no Velho Continente.

Finalmente, à maneira do que foi feito para a remasterização de Yakuza 4 no PS4, pode ser mais uma vez uma questão de contratar outro ator. Isso exigiria tempo, trabalho e dinheiro, e necessariamente envolveria uma espera adicional para os jogadores que não correram para o jogo em seu primeiro lançamento.

Artigos Relacionados

Back to top button