iPhone X: o sistema de reconhecimento facial revelado pelo iOS 11 GM

Maçã foi vítima de um novo vazamento no final da semana. O iOS 11 GM, de fato, caiu nas garras de um desenvolvedor e este aproveitou a oportunidade para se aprofundar nos meandros da plataforma para obter informações relacionadas aoiPhone X. A operação foi um verdadeiro sucesso e ele até conseguiu instalá-lo em seu próprio telefone.

O iOS 11 GM deveria ser lançado para os desenvolvedores após a próxima conferência de imprensa da empresa, mas alguém conseguiu colocar as mãos nele durante a noite de sexta para sábado.

Maquete do iPhone 8

Desde então, muitos desenvolvedores colocaram o nariz nele e alguns até encontraram diagramas revelando as linhas do iPhone X.

O iPhone X vai colocar o pacote no reconhecimento facial

Guilherme Rambo preferiu focar no Face ID e, portanto, no sistema de reconhecimento facial do terminal. Para poder testá-lo, a desenvolvedora brasileira se comprometeu a instalar o iOS 11 GM em seu próprio iPhone 7 Plus fazendo a plataforma acreditar que o terminal era de fato o iPhone X.

Ele conseguiu o que queria, então teve a oportunidade de testar o sistema e fazer um vídeo dele.

A operação do módulo parece bastante simples. Ao lançar a ferramenta, o usuário se deparará com um assistente explicando o básico. Em seguida, ele terá que colocar o rosto na frente da câmera e mover a cabeça seguindo o círculo exibido na tela.

Por que não se contentar com uma imagem estática? A razão é simples. O iPhone X levará duas câmeras frontais e estas poderão gerar uma imagem tridimensional do rosto do usuário para aumentar a segurança do processo.

E feedback tátil como um bônus

Graças a esse truque, a pegada gerada será complexa e, portanto, muito difícil de copiar. Obviamente, isso é uma coisa boa, pois o Face ID deve ser usado com o Apple Pay.

Aliás, segundo várias fontes, deveria mesmo substituir completamente o Touch ID já que o iPhone X ignoraria totalmente este leitor.

A Apple obviamente prestou a maior atenção aos detalhes e a empresa implementou um sistema de feedback tátil para facilitar a identificação. O telefone começará a vibrar levemente quando o sistema de reconhecimento facial for ativado.

Lembrando que o iPhone X não deve ser o único a ter direito a esse sistema de reconhecimento facial e este último também deve estar presente no iPhone 8 e no iPhone 8 Plus. No entanto, este último também manterá seu leitor Touch ID e, portanto, os usuários poderão continuar usando suas impressões digitais para se identificar nesses telefones.

Artigos Relacionados

Back to top button