Investindo no Apple Pay Cash, o novo sistema de pagamentos P2P do iMessage

Investindo no Apple Pay Cash, o novo sistema de pagamentos P2P do iMessage

Todos os players de pagamento digital têm pelo menos um programa de pagamento ponto a ponto em seus portfólios e, em breve, a Apple se juntará aos demais com o Apple Pay Cash. Vimos um flash rápido do recurso que chegará em breve ao iOS 11, mas iHelp BR encontrou partes pertinentes do código do desenvolvedor de firmware HomePod que pode ajudar a explicar melhor as coisas.

Infelizmente, a configuração e o uso do Apple Pay Cash não serão semelhantes ao Apple Pay, pois os usuários terão que digitalizar fotos ou inserir manualmente os dados dos cartões especificamente para este serviço, incluindo identificação com foto, pois o sistema exige a manutenção de um saldo digital em dinheiro – Apple deve agir como um banco nessa capacidade e, portanto, exigiria tais medidas de segurança. Para um processamento mais rápido das transações e para evitar taxas, o Apple Pay Cash sugere um cartão de débito a ser vinculado.

A partir desse ponto, um cartão de débito virtual será configurado e os usuários receberão um PIN de quatro dígitos. Se você tiver vários dispositivos compatíveis com o Apple Pay, esse novo “cartão” do Apple Pay Cash será sincronizado com eles por meio do iCloud e do seu ID Apple.

Não está claro exatamente de que maneira uma transação ponto a ponto seria realizada e se o cartão virtual poderia ser usado para transações comerciais – algumas barreiras que a Venmo, de propriedade do PayPal, ainda não rompeu. Há também um limite máximo de saldo, embora não saibamos o que é isso. Uma representação de uma transação indica uma interface no estilo Facebook Messenger no iMessage, em que alguém digita um valor em dinheiro e um aviso é exibido para os usuários pagarem.

Mais detalhes terão que ser resolvidos e supomos que isso será feito no lançamento do iOS 11.

0 Shares