Intel derrubou negociações para vender seu negócio de chips de modem

Intel derrubou negociações para vender seu negócio de chips de modem

Agora que a Apple e a Qualcomm são amigas novamente, a Intel abandonou seus planos de modem 5G e está, de acordo com um novo vazamento, considerando a venda de seus negócios de chips para modem. A notícia, que ainda não foi confirmada, segue o anúncio da Intel de que não continuará em seus esforços para lançar um modem celular 5G em 2020. O vazamento também alega que a Apple considerou comprar o negócio de chips da Intel.

Leia: Apple vs Qualcomm resolvido: 2020 iPhone 5G recebe algumas novas opções

As alegações provêm da, que relata que a Apple estava conversando com a Intel sobre a aquisição de partes do negócio de chips para modem, embora o vazamento não tenha sido confirmado. O acordo teria potencialmente permitido à Apple acelerar os esforços do iPhone, mas as negociações pararam recentemente após meses de comunicação, afirma o relatório.

As negociações supostamente chegaram ao fim na mesma época em que a Apple e a Qualcomm revelaram seu novo contrato plurianual. À luz dessa suposta mudança de planos, a Intel supostamente está agora ‘explorando alternativas estratégicas’, que podem incluir a venda do negócio para uma empresa diferente, possivelmente uma que não seja a Apple.

As fontes afirmam que a Intel já recebeu ‘interesse’ de várias partes, mas nenhum desses potenciais compradores foi nomeado. Segundo relatos, a Intel tocou no Goldman Sachs Group para fazer a bola rolar, embora as novas negociações estejam em seus estágios iniciais. Fontes afirmam que a Intel espera receber “alguns bilhões” em um acordo de venda, assumindo que um aconteça.

A Qualcomm era anteriormente o único fornecedor de modems usados ​​no iPhone, algo que se tornou um problema à luz de suas disputas legais com a Apple. Esses problemas se arrastaram por dois anos, dando à Intel a oportunidade de preencher o novo vazio, mas o acordo surpresa entre a Apple e a Qualcomm acabou frustrando os planos da Intel.

0 Shares