Honor 9X Pro segue para o oeste sem Google

Honor 9X Pro segue para o oeste sem Google

Em meio à enxurrada de produtos revelados hoje, o Honor anunciou o 9X Pro. O telefone lançado na China no ano passado, mas agora o Honor – uma marca de orçamento pertencente à Huawei – parece pronto para lançá-lo e sua câmera selfie pop-up em uma escala mais global. Do ponto de vista do hardware, esta versão global do Honor 9X Pro é muito semelhante à do seu homólogo chinês, mas chegará a novas regiões ao redor do mundo sem uma coisa importante: a biblioteca de aplicativos do Google.

Em vez disso, o Honor 9X Pro usará o Huawei Mobile Services e o EMUI 9.1, enquanto a empresa tenta criar sua própria alternativa ao Android pela simples razão de que não é permitido usar os serviços do Google no momento. Ainda não se sabe se isso será um desentendimento para as legiões de fãs do Android que estão profundamente atolados no ecossistema do Google, mas a Huawei tentará fazer um respingo mesmo assim.

O 9X Pro é equipado com uma tela FullView de 6,59 polegadas que gera uma resolução de 2.340 x 1.080. O Honor é capaz de exibir uma proporção de 92% de tela para corpo, graças em parte à câmera selfie pop-up, que tem 16MP.

De fato, as câmeras parecem ser o principal atrativo do Honor 9X Pro, com seu triplo conjunto de câmeras na parte traseira, composto por um disparador principal de 48MP, uma câmera super grande angular de 8MP e um sensor de profundidade de 2MP. Essas câmeras serão assistidas por técnicos de IA em várias frentes, seja estabilização de vídeo ou gravação com pouca luz.

Construído em torno do chipset Kirin 810 de 7nm da Huawei, o 9X Pro também vem com 6 GB de memória e 256 GB de armazenamento. O telefone é alimentado por uma bateria de 4.000mAh, carrega via USB-C e inclui até um fone de ouvido de 3,5 mm. Vamos vê-lo sendo lançado na França, Alemanha, Arábia Saudita, Egito, Holanda e Malásia a partir do próximo mês ao preço de € 249.

0 Shares