Google remove aplicativo de rastreamento que violou as regras da Apple como o Facebook

Google remove aplicativo de rastreamento que violou as regras da Apple como o Facebook

Parece que uma lata de worms de privacidade acabou de ser aberta e o Facebook n√£o √© o √ļnico que vai estufar. Recentemente, foi relatado que o gigante das redes sociais estava atraindo usu√°rios com recompensas monet√°rias para rastrear o uso do telefone enquanto abusava de um programa que a Apple implementou apenas para testes internos. Aparentemente, n√£o √© o √ļnico e o Google emitiu informalmente uma mea culpa por fazer o mesmo e derrubou o aplicativo ofensivo de pesquisa Screenwise Meter no iOS.

Enquanto as duas empresas implementaram seus programas de maneira diferente, elas compartilharam algumas características comuns. Por um lado, tanto o Facebook Research do Facebook quanto o Screenwise Meter do Google ofereceram compensação monetária pela instalação de um aplicativo e pela aprovação de um certificado que acompanharia suas atividades em seus dispositivos iOS ou Android. Mas, embora os dois usuários-alvo legalmente capazes de dar consentimento, eles também permitiram a participação de menores, desde que tenham aprovação dos pais. Infelizmente, quando há dinheiro envolvido, o bom senso e um melhor julgamento podem sair pela janela.

Mais criticamente, no entanto, o Facebook e o Google usaram mal o programa Enterprise Certificate da Apple para levar os usu√°rios a instalar aplicativos fora da App Store. Esses certificados devem ser usados ‚Äč‚Äčpelos funcion√°rios da empresa para testar aplicativos apenas internamente. Qualquer teste p√ļblico deve passar pela plataforma TestFlight da Apple.

O Google foi rápido em desativar o aplicativo iOS e, em comunicado ao TechCrunch, alegou que era apenas um erro. O Screenwise Meter, segundo ele, não deveria ter sido distribuído pelo programa Enterprise Certificate da Apple. Dito isso, também afirma que sempre foi aberto com exatidão sobre quais dados ele rastreia e não acessa nenhum dado criptografado pelo telefone. Além disso, foi totalmente voluntário e qualquer pessoa pode optar por não receber o pagamento para ser rastreada pelo Google.

A Apple ainda precisa responder a esse desenvolvimento, mas j√° revogou o Certificado Corporativo do Facebook. Essa a√ß√£o, no entanto, fez mais do que apenas encerrar a Pesquisa no Facebook, mas todos os aplicativos iOS internos da gigante social. O Facebook argumenta que n√£o estava escondendo nada, j√° que o aplicativo era chamado de ‚ÄúPesquisa no Facebook‚ÄĚ, e n√£o estava espionando ningu√©m, pois os usu√°rios foram orientados e deram seu consentimento expl√≠cito. O Facebook n√£o esclareceu por que havia usado seu certificado corporativo interno para esse fim ou por que o aplicativo compartilhava muito em comum com o aplicativo Onavo VPN proibido. O Facebook Research permanece dispon√≠vel no Android.

0 Shares