Google Music faz uma aparição no Gingerbread?

Sussurramos seu nome baixinho por meses, mas ainda sabemos muito pouco sobre ele. O Google Music, como é chamado entre os amadores esclarecidos, poderia se estabelecer como uma oferta a meio caminho entre o Spotify e o iTunes. Seria sobre música e desmaterialização. No entanto, uma captura surpreendente de Gingerbread menciona precisamente um utilitário de sincronização que poderia direcionar este novo serviço…

O utilitário em questão é aquele dedicado à sincronização. Nesta captura, podemos ver assim a lista de elementos a serem sincronizados. E se encontrarmos os eternos contatos, e-mails, calendários e álbuns do Picasa, uma nova opção está surgindo: a música. O que significa simplesmente que o Google Music pode ser lançado ao mesmo tempo que o Gingerbread e espalhar alegria e bom humor no mundo.

A questão que permanece sem resposta é se o Google Music existe, é claro, mas também quais recursos podem ser oferecidos pelo serviço. No que me diz respeito, se eu estivesse na cueca de Eric Schmidt, aqui está o que eu diria:

  • Compra de títulos e álbuns (como iTunes).
  • Ouvir streaming de música (como Spotify).
  • Sincronização da biblioteca de música do usuário.
  • Sincronize no modo Android + offline (ha ha).
  • Compartilhamento de faixas e álbuns com amigos.
  • Integração de letras + suporte para Google Translate.
  • Integração de um leitor dedicado no Gmail.
  • Integração de um player dedicado no Chrome.
  • Assinatura de um gênero musical por feed RSS.
  • etc…

Aí, camarada, você realmente teria um serviço completo que poderia facilmente ofuscar os grandes nomes do gênero. E se todas essas funções são tecnicamente possíveis e facilmente implantáveis, o mais difícil, sem dúvida, seria convencer as gravadoras a seguirem o exemplo. Cabelo do braço.

Através da

Artigos Relacionados

Back to top button