Google Clock agora suporta YouTube e Pandora

Boas notícias para usuários de telefones Android: agora é possível usar Pandora e YouTube Music como despertador. Acontece que os dois serviços agora integram as opções de alarme do Relógio Googleo aplicativo de despertador padrão do famoso sistema operacional.

Prático, este novo recurso dá acesso a uma ampla variedade de músicas e músicas que você pode usar como despertador. Como a seleção musical é infinita, você poderá alterar o toque do despertador à vontade, de acordo com suas necessidades e seu humor.

As mudanças foram anunciadas no Twitter através das contas oficiais do YouTube e Pandora. Também foi esclarecido que o novo recurso foi adicionado ao Google Clock versão 6.1. Oferece uma configuração realmente rápida e simples.

Como funciona ?

Para usar as músicas do Pandora e do YouTube Music como despertador, nada poderia ser mais simples: você deve começar atualizando o aplicativo Google Clock em seu telefone. Em seguida, vá para a seção de alarmes. Em seguida, sob um determinado alarme, você encontrará uma opção de som que basta selecionar para acessar várias opções de recursos.

Fique tranquilo, você não terá problemas para se orientar, pois cada serviço de música tem sua própria guia. Com o YouTube Music e o Pandora, você poderá selecionar suas músicas de despertar em listas de reprodução populares ou pesquisar na biblioteca do serviço.

Conveniente, mas não novo

Se a integração do Pandora e do YouTube Music com o Google Clock for realmente útil e agradável, você deve saber que esse tipo de funcionalidade não é nova. No ano passado, o Spotify iniciou a tendência ao ser o primeiro serviço de música cujo conteúdo pode ser usado como despertador.

Quanto ao YouTube Music e Pandora, o novo serviço no Google Clock está disponível apenas para quem assina esses serviços alternativos de streaming, mas também o Google Play Music. Os usuários que têm acesso ao YouTube Music Premium também podem se divertir.

Agora, o que você precisa saber é como os internautas vão receber essa notícia.

Artigos Relacionados

Back to top button