GM recorda 640.000 caminhonetes por risco de incêndio no tapete

GM recorda 640.000 caminhonetes por risco de incêndio no tapete

A General Motors retirou aproximadamente 640.000 caminhonetes localizadas principalmente na América do Norte devido a um risco de incêndio. Os veículos recolhidos incluem caminhões modelo GMC Sierra 1500 e Chevrolet Silverado 1500 de 2019 e 2020, bem como caminhões Silverado 2500 e 3500 do ano 2020 e caminhões modelo 2500/3500 e pesados ​​da Sierra 2500/3500. Assim como acontece com outros recalls de veículos, os proprietários qualificados receberão o reparo potencial do defeito gratuitamente.

As notícias do recall apareceram pela primeira vez em um comunicado datado de 14 de novembro da National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA). Todos os veículos recolhidos apresentam carpete em vez de piso de vinil, de acordo com o aviso de recall; a questão gira em torno do potencial do tapete pegar fogo devido à tecnologia usada nos cintos de segurança dianteiros desses caminhões.

Os modelos lembrados apresentam pré-tensores dos cintos de segurança dianteiros que são acionados como resultado de certos tipos de colisões. Quando isso acontece, a GM explica que o escape produzido pelo pré-tensionador ativado pode ser desviado através de uma abertura no suporte do sistema. O escapamento pode então inflamar as fibras no carpete do caminhão, localizado próximo ao pilar B interior, resultando em um incêndio visível.

O tapete em chamas pode, é claro, colocar as pessoas no carro com maior risco de ferimentos em caso de acidente. O aviso de recall explica que a abertura através da qual o escapamento é expelido foi projetada para ser usada como um furo localizador durante o processo de montagem do veículo, mas que nunca foi usada. O buraco não faz parte do projeto do sistema pré-tensionador e não é necessário para que ele funcione.

O risco potencial foi descoberto após a denúncia de um incêndio ocorrido em um caminhão no verão passado. A análise do caso pela montadora levou a uma investigação oficial do produto lançada em 3 de setembro. Avançando para o recall recentemente anunciado, a GM explica que os revendedores instalarão um componente nos caminhões afetados que fecha as aberturas no suporte do pré-tensionador. Isso manterá os gases de escape longe do tapete, eliminando o risco de incêndio. Os proprietários de veículos recuperados serão notificados diretamente sobre o recall.

0 Shares