Fontes coreanas veem 150 milhões de iPhones LCD produzidos este ano

Tem sido uma semana agitada para os avaliadores, que continuam avaliando o que a Apple fará no final deste ano. O quase consenso é que a empresa terá três iPhones premium lançados em setembro, um com um painel LCD e os outros com mais displays OLED premium. Mas quantas de cada uma delas pode ser produzida para atender à demanda prevista ainda está no ar.

De acordo com ETnews, Fontes da indústria coreana agora acreditam que haveria apenas 55 milhões de unidades produzidas entre os dois modelos OLED, enquanto o novo modelo de LCD poderia chegar a 150 milhões de unidades. Essa previsão favoreceria os fornecedores Japan Display e Sharp às custas da Samsung Display. A LG Display, produtora de LCD antiga que atualmente está acelerando a transição para a montagem OLED, também deverá ter um impacto líquido negativo.

No início desta semana, Digitimes retransmitiu de suas fontes que a Apple compraria até 130 milhões de displays OLED e até 70 milhões de LCDs para o trio de iPhone de 2018.

As novas estimativas se baseiam fortemente no quão mal o iPhone X foi vendido. Desde o início do ano, a Apple reduziu suas metas de envio duas vezes de mais de 100 milhões de movimentos para 90 milhões e depois para 75 milhões – a empresa relatou vendas de unidades de temporada de férias do iPhone abaixo das expectativas do mercado, indicando ainda que o iPhone X não possui de empate do consumidor.

Esse quadro de análise é ainda mais complicado por pesquisas que indicam que o modelo OLED de tamanho menor custará menos para montar do que o modelo LCD. Também houve uma visão menos popular a partir de janeiro de que apenas uma OLED e duas variantes de LCD chegariam em setembro.

Artigos Relacionados

Back to top button