FDA alerta que ‘cura’ do autismo é potencialmente fatal

A Food and Drug Administration (FDA) publicou um par de avisos alertando o público a evitar produtos de clorito de sódio vendidos sob os nomes Miracle Mineral Solution e Master Mineral Solution. Esses produtos, de acordo com a FDA, são vendidos como ‘tratamentos’ para uma variedade de condições, incluindo desde gripe a autismo e câncer. “Os consumidores estão bebendo alvejante”, alerta a FDA.

O Miracle Mineral Supplement é um pseudo-medicamento que, quando ‘ativado’, se transforma em um alvejante industrial. O produto é vendido como água destilada contendo clorito de sódio a 28%, de acordo com o FDA, que afirma que os compradores são aconselhados a misturar o líquido com um ácido (ácido cítrico, por exemplo), para ‘ativá-lo’.

Quando misturada com ácido, a solução de clorito de sódio se torna dióxido de cloreto, mais conhecida como alvejante. Esta solução química é usada em produtos de limpeza industrial; quem bebe pode sofrer sérias conseqüências à saúde, incluindo a morte. A agência diz que recebeu relatórios de casos em que as pessoas experimentaram diarréia grave, vômito, desidratação, pressão arterial baixa e insuficiência hepática após consumir o Miracle ou a Master Mineral Solution.

A agência relata que os produtos MMS listam a possibilidade de vômitos e diarréia, alegando falsamente que esses sintomas são sinais de que o produto está funcionando. Em vez disso, a FDA alerta que esses sintomas são reações sérias ao que pode ser potencialmente um produto fatal e que qualquer pessoa que experimenta esses sintomas após consumir MMS deve receber tratamento médico o mais rápido possível.

O Comissário Interino da FDA, Ned Sharpless, MD, disse em comunicado:

A Miracle Mineral Solution e produtos similares não são aprovados pela FDA, e ingerir esses produtos é o mesmo que beber água sanitária… A FDA continuará rastreando os que vendem este produto perigoso e adotará as medidas de execução apropriadas contra aqueles que tentarem evitar os regulamentos da FDA e comercializar produtos não aprovados. e produtos potencialmente perigosos para o público americano.

Artigos Relacionados

Back to top button