FBI pede aos usuários que protejam suas Smart TVs

Na terça-feira, 26 de novembro, o escritório do FBI em Oregon publicou um artigo em sua Tech Tuesday sobre os riscos representados pelas smart TVs, ou Smart TVs, para os usuários.

Este post foi publicado alguns dias antes da Black Friday e Cyber ​​Monday para avisar os consumidores que estão prestes a comprar, bem como os que já os têm.

Graças à sua conectividade, os televisores inteligentes permitem assistir a vídeos em streaming pela Internet e acessar diversos tipos de aplicativos. Alguns modelos às vezes são equipados com microfones para poder usar a função de comando de voz. Os dispositivos mais sofisticados possuem até uma câmera embutida para reconhecimento facial e para fazer videochamadas.

Todas essas opções, no entanto, podem aumentar o risco de hackers quando a smart TV não é segura o suficiente.

Possíveis riscos

Além do fato de que o fabricante de Smart TV ou desenvolvedores de aplicativos podem usar esse tipo de produto para coletar dados do usuário, a Smart TV também pode ser uma porta de entrada para hackers.

Pode não ser possível para alguém de fora entrar diretamente no computador de um usuário, mas é possível que eles usem a televisão desprotegida para acessá-lo através do roteador.

Por outro lado, e novamente de acordo com a nota publicada pelo FBI, existe o risco de que pessoas mal-intencionadas assumam o controle de uma Smart TV quando ela não for suficientemente segura. Por exemplo, eles podem mudar o canal, diminuir o volume ou até usar a câmera para filmar os usuários sem o seu conhecimento.

Como reduzir o risco de hackers?

Para reduzir o risco de hacks de smart TV, o FBI sugere a aplicação de algumas medidas. Antes de tudo, é importante estar familiarizado com os recursos do seu dispositivo para controlá-lo melhor. Se não for o caso, o usuário pode pesquisar na Internet o modelo que possui e digitar palavras-chave como “microfone”, “câmera” ou “senha”. Além disso, não hesite em modificar as senhas padrão de fábrica e desativar, se possível, a função de coleta de informações pessoais.

Também é aconselhável desligar periféricos como câmeras e microfones quando não estiverem em uso. Para o caso da câmera, uma forma bem simples de neutralizá-la é usar uma simples fita adesiva preta.

Com o desenvolvimento da Internet, algumas pessoas são tentadas a usar essa poderosa ferramenta para cometer atos criminosos. Assim, não devemos esquecer de proteger cada dispositivo conectado que temos, incluindo Smart TVs, para não ter surpresas desagradáveis.

Artigos Relacionados

Back to top button