Explorando a evolução dos telefones celulares

É justo dizer que agora tenho uma “certa idade” e posso facilmente surpreender as pessoas detalhando um tempo esquecido “antes dos telefones celulares”.

Na escola dos anos 80 e 90, você simplesmente não via telefone, e era apenas na faculdade que novos aparelhos inteligentes chamados “pagers” chegaram, junto com aqueles telefones Nokia parecidos com tijolos. Agora olho para trás com carinho nos momentos em que costumávamos enviar toques uns aos outros através de conexões infravermelhas e como costumávamos ter tocos de antenas piscantes para “mostrar” nossos aparelhos móveis. Eu acho que, se eu olhar bastante, provavelmente ainda tenho alguns deles no loft.

Motorola, Nokia e Palm Pioneer A Revolução Móvel

A história dos telefones celulares começa no início dos anos 70, quando o engenheiro da Motorola, Marty Cooper, criou e fez a primeira ligação móvel usando o que ele chamou de ‘telefone celular portátil de verdade’. Mesmo antes disso, dispositivos de comunicação móvel como o Radio Common Carrier eram comuns nos anos 60, permitindo que as pessoas se comunicassem através de um sistema push to talk e oferecendo seus próprios números de telefone individuais.

No entanto, o futuro dos dispositivos móveis realmente começou com o volumoso Motorola DynaTAC, que exibia uma simples tela de LED e 30 minutos de tempo de conversação pelo alto preço de US $ 4.000 nos anos 80! Em seguida, surgiram várias tendências estranhas e maravilhosas de dispositivos móveis, incluindo o ‘telefone clamshell’ no início dos anos 90 e o design de ‘barra de chocolate’ remanescente do clássico Nokia 3310.

Em meados dos anos 90, que é o período que eu talvez mais conheça, o telefone celular passou por mais uma transformação, tornando-se o moderno telefone flip que permaneceu em voga por quase duas décadas. Pouco tempo depois, a Motorola apareceu novamente na vanguarda da inovação móvel, criando o telefone via satélite / GSM conectado a satélites em órbita, permitindo que seu proprietário fizesse chamadas praticamente em qualquer lugar do mundo sem uma torre de celular tradicional. Agora você nunca poderia ficar sem um sinal!

Em seguida, veio a era do telefone PDA, ou do assistente digital pessoal. Embora aqui no Coolsmartphone tenhamos coberto o Pocket PC, a Palm foi a primeira empresa a ser pioneira nesse estilo de dispositivo móvel com o Palm Pilot. Era quase a era espacial da época, apresentando reconhecimento de escrita, teclado virtual e conectividade à Internet inovadora (por enquanto). A Nokia logo respondeu com sua mundialmente famosa série 6000, que incluía placas intercambiáveis, o clássico jogo de cobra Snake e dispositivos móveis acessíveis para as massas.

Muitas tendências estranhas e criativas se seguiram quando a indústria móvel floresceu, incluindo telefones com teclados QWERTY de design estranho e telas maiores. De certa forma, sinto falta desses tempos, pois os smartphones modernos seguem um design e configuração semelhantes. A Motorola causou alvoroço na época com o elegante, fino e portátil Razr em 2004. Em seguida, uma empresa pouco conhecida chamada BlackBerry também fez sua estreia, surpreendendo a indústria com o smartphone voltado para os negócios. Ele foi o favorito dos negócios por muitos anos, até ser lançado pela Apple, Samsung e outras marcas líderes.

iPhone e Android revolucionam o mundo móvel

Há uma década, outra mudança de jogo apareceu: o iPhone, lançado pela Apple em 2007. Com um tocador de música digital, câmera e conectividade com a Internet, os iPhones capturaram o coração dos usuários móveis em todos os lugares e continuaram a fazê-lo, com o iPhone hiper-avançado 8 programado para lançamento no início do próximo ano.

Desde então, o entretenimento baseado em aplicativos se tornou e permaneceu popular, com a plataforma Android do Google alimentando várias marcas populares de smartphones modernos, como Samsung, HTC, LG e muito mais. Os smartphones modernos possuem navegação, melhores câmeras, recursos 3D, reconhecimento de voz e até digitalização de impressões digitais, e realidade virtual e assistentes de IA já se tornaram comuns na vida de muitos usuários móveis.

No futuro, espera-se que os telefones celulares fiquem mais leves, mais amplos e muito mais poderosos, e recursos como a duração da bateria provavelmente também melhorarão. Os smartphones transparentes e prontos para a realidade virtual também já estão a caminho, sinalizando grandes coisas no horizonte do mundo móvel moderno.

Artigos Relacionados

Back to top button