EUA dão um passo atrás e diminuem temporariamente as restrições da Huawei

EUA dão um passo atrás e diminuem temporariamente as restrições da Huawei

Depois que a Huawei entrou na lista negra dos EUA, impedindo-o de comprar produtos e serviços americanos, o Google e outras empresas cumpriram o pedido e baniram a empresa chinesa. A Huawei disse estar se preparando para um cenário tão extremo e que as restrições impostas afetarão apenas “levemente” o desempenho da empresa. Ainda assim, o pedido produziu ondas de choque em todo o mundo, com rumores de que os EUA diminuíram suas restrições surgindo no final da semana passada.

Agora, o Departamento de Comércio dos EUA, conforme os rumores, está diminuindo as restrições impostas. A Huawei poderá adquirir temporariamente produtos e serviços dos EUA para manter as redes existentes e fornecer atualizações de software para os aparelhos Huawei existentes.

No que diz respeito a novos produtos, a Huawei ainda não poderá comprar nenhuma mercadoria sem primeiro obter uma licença, o que provavelmente será impossível de obter. O secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, disse:esta licença permitirá que as operações continuem para usuários existentes de telefones móveis da Huawei e redes rurais de banda larga“. Esta licença estará em vigor até 19 de agosto.

As a̵̤es do governo dos EUA no momento subestimam nossas capacidades Рo fundador da Huawei, Ren Zhengfei

Enquanto isso, o Departamento de Comércio dos EUA disse que avaliará a extensão das isenções por mais de 90 dias. Ainda assim, isso permite que todas as partes envolvidas se reagrupem e repensem suas estratégias.

0 Shares